Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, condenados pela morte de Isabella, são padrinhos de casamento em São Paulo

Foto: Reprodução/SBT

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, ambos condenados pela morte da menina Isabella Nardoni em 2008, foram padrinhos de um casamento na noite da última sexta-feira (15/3), na zona norte de São Paulo.

O casal precisou de uma autorização judicial específica para conseguir ir ao evento, que ocorreu depois das 20h. Pelas regras da Lei de Execução Penal, os dois não poderiam ficar fora de casa entre 20h e 6h. Eles também não podem consumir bebida alcoólica, por proibição da Justiça.

Os noivos escreveram uma carta para convencer a Justiça: “Eu e meu futuro esposo iremos nos casar no dia 15/3/2024, a partir das 20 horas. Convidamos Alexandre Alves Nardoni e sua esposa, Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá, para serem nossos padrinhos de casamento. A presença deles seria importante demais para nós por ser um momento único e especial em nossas vidas”.

Alexandre Nardoni pôde ir ao evento porque havia sido beneficiado com a saída temporária na última terça-feira (12/03). Ele voltou para a Penitenciária de Tremembé na segunda-feira (18/03). Já Anna Carolina Jatobá cumpre pena em regime aberto.

Na festa, Nardoni usou um terno, colete, camisa branca e gravata azul-claro. Anna Carolina usou um vestido azul-claro em uma tonalidade parecida com a da gravata do companheiro.

Imagem colorida mostra Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá em um casamento de amigos em São Paulo - Metrópoles

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá Reprodução/SBT

Imagem colorida mostra Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá em um casamento de amigos em São Paulo - Metrópoles

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá Reprodução/TV Record

Imagem colorida mostra Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá em um casamento de amigos em São Paulo - Metrópoles

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá Reprodução/SBT

Imagem colorida mostra Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá em um casamento de amigos em São Paulo - Metrópoles

Apesar de a Justiça ter autorizado a presença da dupla no casório, o Ministério Público havia dado parecer contrário. O promotor Mainardi Neto já sugeriu, inclusive, que seja instalada uma tornozeleira eletrônica em Anna Carolina Jatobá, para que ela possa ser monitorada no regime aberto.

Já Alexandre Nardoni, atualmente no semiaberto, poderá solicitar a progressão para o mesmo regime aberto da companheira a partir de abril. Mas ele só deve receber autorização para isso após um processo na Justiça que passa, por exemplo, pela realização de testes psicológicos.

O casal foi condenado pelo homicídio de Isabella Nardoni, que morreu após ser atirada de janela do sexto andar no apartamento em que Nardoni e Jatobá viviam, em São Paulo. O crime ocorreu em 29 de março de 2008, quando a menina tinha apenas 5 anos. Anna Carolina pegou 26 anos de prisão, enquanto Alexandre recebeu pena de 30 anos e 2 meses.

Fonte: Metrópoles

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

destaques da edição impressa

colunistas

Cláudio Pissolito

QUAL O MELHOR PRESENTE PARA PALMITAL NO ANIVERSÁRIO DE 103 ANOS?

Esta votação foi encerrada (since 7 meses).

VOTE NA ENQUETE ABAIXO - ESCOLHA APENAS UMA OPÇÃO

Melhoria na Saúde
35.06%
Melhoria na Segurança
14.34%
Melhoria no Horto Florestal
13.15%
Melhoria do Povo
11.95%
Melhoria na Educação
8.76%
Melhoria nas Estradas Rurais
6.77%
Melhoria na Arborização
3.98%
Melhoria na habitação
3.98%
Melhoria na Assistência Social
1.99%

Foto do Leitor

Envie sua Imagem de fato positivo ou negativo

HORÁRIOS DE ÔNIBUS

Clique na Imagem e Acesse os Horários

TV JC

Temas

Don`t copy text!

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.