Compartilhe

Oito mulheres já procuraram a polícia em Pontalina, sendo que três testaram positivo para o vírus. Em depoimento, investigado negou que transmitia intencionalmente. 

Homem é preso suspeito de transmitir HIV ‘de propósito’ a mulheres em Pontalina

Após a prisão de Leovaldo Francisco da Silva, de 37 anos, ser divulgada pela Polícia Civil, mais mulheres procuraram a delegacia, na terça-feira (22/03), para denunciá-lo. Ele foi preso suspeito de transmitir o vírus HIV de propósito a elas, em Pontalina, no centro de Goiás. 

Segundo o delegado Leylton Barros, ao todo, oito mulheres entraram em contato com a delegacia para registrar ocorrência. O investigador explicou que as vítimas ficaram sabendo que ele tinha o vírus após terminarem o relacionamento. 

“Geralmente, elas terminavam a relação ou ele, e a história já era conhecida na cidade. Elas foram até ele e questionaram, e ele confirmou, mas pedia para não falar para ninguém”, detalhou Barros. 

Mulher diz que homem transmitiu HIV de propósito para mulheres testa positivo, em Pontalina, Goiá — Foto: Reprodução/Polícia Civil 

O delegado contou que o suspeito namorava com as mulheres sem contar nada. “Ia para a balada e tinha relação sexual normal. Ele só contava quando elas perguntavam”, disse. 

“Uma vítima disse que em 2021 o questionou sobre a doença e ele confirmou. A rede de transmissão que ele provocou pode ser muito grande. Ele transava com uma menina uma vez só na balada, por exemplo”, detalhou Barros. 

Investigação 

O suspeito é investigado por lesão corporal gravíssima, segundo o delegado. Em depoimento, ele negou que transmitia a doença de forma intencional para as mulheres. 

A investigação apontou Leovaldo Silva sabia que tinha o vírus desde 2021, mas não havia procurado a rede pública de saúde para fazer o tratamento, que todo soro positivo faz. O delegado relatou que o homem só começou o tratamento quando o caso veio a público. 

Segundo a Polícia Civil, a divulgação da imagem e identificação do preso neste caso encontra-se respaldada pela Lei nº 13.869 e Portaria nº 02/2020-PCGO para colaborar na identificação de novas vítimas. 

Polícia Civil divulgou foto de suspeito de transmitir HIV de propósito a mulheres em Pontalina, Goiás — Foto: Reprodução/Polícia Civil 

Fonte: G1 

Compartilhe

Deixe um comentário