Atleta Jairo Ortega tem surpreendente recuperação e já pratica atividades físicas
Compartilhe

Depois de sofrer paralisia dos membros devido à síndrome de Guillain-Barré, ele já consegue correr, andar de bicicleta e caminhar

 

Exemplo de determinação e longevidade no esporte, com 35 anos de dedicação às corridas de rua, o fundista Jairo Ortega também se mostra campeão na capacidade de superação das consequências da síndrome de Guillain-Barré. O palmitalense, que sofreu paralisia nos braços e pernas há dez meses em decorrência da doença, demonstra surpreendente recuperação e, com muito empenho nos trabalhos de reabilitação física já consegue correr, andar de bicicleta e caminhar. Mesmo com restrição nos movimentos, Jairo já manifesta intenção de voltar às disputas esportivas, incluindo a participação na Corrida de São Silvestre no último dia de 2019.

Acompanhado da mulher Kátia, Jairo esteve na sede do Jornal da Comarca na manhã de quinta-feira. Animado e bem disposto, foi recebido pelo diretor Cláudio Pissolito e pela equipe da redação, que acompanhou e registrou por muitos anos a trajetória de conquistas do atleta. Durante conversa com a equipe do JC, ele lembrou o apoio oferecido pelo jornal à sua carreira, falou do processo de recuperação e disse que pretende enfrentar novos desafios depois do período difícil pelo qual passou. “Agradeço a Deus, à minha família e aos meus amigos pelas orações e positividade. Fiquei dois meses imóvel, na cama e na cadeira de rodas. Fico feliz com essa segunda chance que ganhei da vida”, comemorou.

Jairo disse que está satisfeito com a recuperação, pois apesar da gravidade da doença já domina boa parte dos movimentos das pernas e braços que lhe possibilitam realizar as atividades do cotidiano, como dirigir e caminhar, ainda que com aparente dificuldade nos movimentos.

Jairo Ortega, que já recuperou 20 quilos perdidos devido à doença, contou que faz sessões de fisioterapia diariamente para recuperar os movimentos e alcançar a reabilitação corporal, além de praticar atividades como hidroginástica, ciclismo e caminhada, todas por indicação do fisioterapeuta Elton da Silva.

Jairo, que está licenciado de seu trabalho como tipógrafo na Gráfica Santo Antônio, considera que a condição de atleta foi muito importante na recuperação, pois consegue sempre se manter muito dedicado e focado nas atividades que estão garantindo o retorno da boa condição física. “Ainda mantenho muito forte o espírito de competitividade graças aos 35 anos de dedicação ao esporte, o que me desafia a sempre me superar”, contou.

Como parte do intenso trabalho, que já incluiu mais de 30 quilômetros pedalando de bicicleta pela plena recuperação física, Jairo já tem um desafio a ser superado junto com seu fisioterapeuta: disputar a Corrida de São Silvestre no dia 31 de dezembro, em São Paulo. “Não busco a competição ou o tempo. Será uma prova para celebrar a recuperação e a vida”, finalizou.

Compartilhe

Este post tem um comentário

  1. Anônimo

    * Obrigado pela consideração Amigos do JC Jornal da Comarca … que diversas vezes publicou minhas Vitórias. Sendo essa a Corrida mais importante que disputo: a da Vida, Graças a DEUS e Orações e positividade da Família e Amigos tamos vencendo dia a dia. Forte Abraço. #tmj na humildade sempre.

Deixe uma resposta