Avó reencontra neta de 2 anos levada pela mãe
Foto:Matheus Pereira/Especial para a AAN
Compartilhe

Garotinha vive com a família do pai, que possui a guarda provisória, e estava desaparecida desde 14 de julho

Depois de 18 dias, a garotinha Emilly Gabriela Martins Borges, de 2 anos, finalmente voltou à casa da família paterna, em Paulínia. Ela foi achada por familiares em Ibaté, na região de São Carlos, após publicação do seu desaparecimento pelo jornal Correio Popular, de Campinas.
A criança foi levada pela mãe, durante o final de semana em que estava sob sua guarda, no dia 14 de julho — a justiça concedeu à mãe um final de semana com a filha a cada 15 dias. A menininha voltou para casa na última quarta-feira, com o pai e a tia, e já está na casa da avó, que tem a guarda provisória.
Emilly com a avó Ilza: criança foi encontrada na cidade de Ibaté
Emily com a avó Ilza, depois do reencontro
De acordo com a tia, Priscila Alessandra, a ex-cunhada Cristiane Aparecida Martins de Oliveira estava na casa da família do namorado, em Ibaté. “Tínhamos mandado de busca e apreensão e fomos com a polícia, o Conselho Tutelar e um oficial de Justiça. Ela não quis entregar a minha sobrinha, mas acabou cedendo”, contou Priscila. “Quando ela (Emilly) viu o pai, correu com os bracinhos abertos para ele”, acrescentou.
Segundo Priscila, tanto Cristiane como a menina estavam mais magras e abatidas. Ontem, a garotinha foi levada ao médico pela avó, após passar mal durante a noite. “Vamos lutar e não queremos que a mãe a pegue mais, para não correr o risco de ser levada novamente. Essa foi a segunda vez que a Cristiane sumiu com a Emilly”, falou a tia.
Cristiane pegou a criança na manhã do dia 13 de julho e teria de entregá-la na tarde do domingo, dia 14. Preocupada, a família foi até a casa de Cristiane, mas encontrou o imóvel aberto e sem a mobília. Desde então, a família paterna passou a fazer buscas, chegou a registrar um boletim de ocorrência e fez apelos pelas redes sociais.

 

Compartilhe