Compartilhe

Considerada a grande diva do teatro brasileiro, a atriz, cantora e produtora Bibi Ferreira morreu no início da tarde desta quarta-feira, 13, aos 96 anos, após sofrer parada cardíaca. Segundo informações do empresário dela, não há previsão para o velório, mas o desejo já explicitado é que a atriz gostaria de ser  cremada.

 

 

Atriz, cantora, compositora e diretora, Bibi vivia em sua casa, no Rio de Janeiro, onde passou mal. “Foi um infarto fulminante. Ela estava muito idosa, foi muito rápido. Foi sem sofrimento, graças a Deus. Ela tinha uma saúde de ferro, mas chegou a hora dela”, afirmou à imprensa a neta Claudia Ferreira Gonzalez Lima.

No ano passado, Bibi enfrentou uma série de problemas de saúde, quando chegou a ser internada com quadro de desidratação. Mãe de Tina Ferreira, filha única de sua união com Armando Carlos Magno, Bibi ainda foi casada com Carlos Martins Lage, Herval Rossano, Édson França, Paulo Porto e Paulo Pontes.

APOSENTADORIA – Em setembro de 2018, depois de 77 anos de carreira, Bibi anunciou sua aposentadoria dos palcos. Muito ativa, com espetáculos diferentes na estrada, ela estava na época ensaiando um novo show dedicado ao cancioneiro de Dorival Caymmi. O repertório já estava quase escolhido e a banda começava a ensaiar quando ela decidiu não mais se apresentar ao vivo.

 

Compartilhe

Deixe uma resposta