Bolsonaro pode ter Coronavirus; Wajngarten testa positivo
Compartilhe

Fábio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência, testou positivo para coronavírus e agora aguarda o resultado da contraprova. O exame foi realizado em São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) e vários integrantes da comitiva que estiveram com ele em Miami, nos Estados Unidos, estão sendo monitorados desde a quarta-feira, após Wajngarten apresentar sintomas de gripe e ser submetido a um teste para o coronavírus.

O grupo passou a receber ligações, entre o final da tarde e o início da noite de quarta-feira, do gabinete da Presidência pedindo que diante de qualquer sintoma fizesse o comunicado imediato e procurasse um hospital militar em Brasília para fazer os exames.

Bolsonaro, que completa 65 anos no dia 21, está entre as pessoas que tiveram contato com Wajngarten. Durante a viagem, o chefe da Secom tomava café da manhã com o presidente em uma sala reservada. Nos Estados Unidos, o grupo que acompanhou Bolsonaro fazia deslocamentos em vans. Apenas o presidente seguia em carro separado. 

Wajngarten também teve contato direto com o presidente americano Donald Trump durante a viagem aos EUA. Veja foto abaixo:

Nesta quinta-feira, 12, o presidente cancelou viagem ao Rio Grande do Norte. O ministro do desenvolvimento regional, Rogério Marinho, afirmou que o evento oficial foi cancelado por “razões de segurança sanitária”.

Na quarta-feira, após a Folha revelar que Wanjgarten havia passado por exames no Hospital Israelita Albert Einstein, o secretário de Comunicação foi ao Twitter criticar a imprensa. “Em que pese a banda podre da imprensa já ter falado absurdos sobre minha religião, família e minha imprensa, agora falam da minha saúde. Mas estou bem, não precisarei de abraços de Dráuzio Varella”, disse.

 

 

Fonte: Forum

Compartilhe

Deixe uma resposta