Cabo da PM é executado ao deixar restaurante

Um cabo da Polícia Militar foi morto com nove tiros ao sair de um restaurante japonês na rua Ken Sugaya, altura do número 269, no bairro de Itaquera, na zona leste de São Paulo na noite desta quarta-feira (5).

Wanderley Oliveira de Almeida Júnior havia saído da academia e estava à caminho de casa quando parou no restaurante Nagami Sushi para pegar comida.

Segundo a Polícia Militar, Wanderley conversava com sua esposa por um aplicativo de mensagens no celular quando dois suspeitos com roupas espelhadas, semelhantes à uniformes de garis ou de empresas de telefonia se aproximaram por volta das 22h43 e dispararam contra o agente.

A dupla fugiu sem levar nada, o que levanta a hipótese de ter sido crime de execução contra o policial militar. A equipe de resgate foi acionada e Wanderley foi atendido e chegou a ser encaminhado ao pronto socorro do Hospital Santa Marcelina de Itaquera, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade.

Wanderley tinha 38 anos. Ele era Cabo do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP) e atuava na Policia Militar a cerca de 20 anos.

A delegacia que atende a área é o 32° DP de Itaquera, mas devido ao esquema de plantão noturno, o caso será registrado no 63° DP da Vila Jacuí. O distrito pediu assessoramento do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e a Equipe E-Leste foi acionado para as investigações.

 

 

Fonte: Passando a Régua

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia