Caminhoneiro que fugiu depois de atropelar guincheiro em rodovia é indiciado por homicídio culposo
Compartilhe

A polícia localizou na terça-feira (25/08) o motorista do caminhão que atropelou o guincheiro Vitor Ricardo Corrêa, de 37 anos, na rodovia Presidente Tancredo Neves, em Jundiaí (SP), na noite de domingo (2/083).

De acordo acordo com a Polícia Civil, a equipe Apolo 1 da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) soube que o caminhão que teria atropelado a vítima estaria escondido em um terreno no bairro Santa Gertrudes, em Jundiaí. Os policiais foram ao local e não encontraram.

No entanto, eles descobriram que o veículo estava no bairro Mursa, em Várzea Paulista. No outro endereço, os policiais encontraram o motorista e o caminhão.

Indagado pelos investigadores, ele afirmou que estava dirigindo pela rodovia quando ouviu um barulho na traseira, quando parou para ver o que havia ocorrido.

Segundo o relato, ele disse que viu o corpo da vítima e o levou para o acostamento. Segundo ele, um desconhecido se aproximou e disse que a pessoa estava morta e que era para ele fugir. Em estado de choque, ele saiu do local.

Conforme a confissão, o homem contou que não tinha se entregado porque procurava ajuda de advogado. Ele foi indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Segundo a polícia, a vítima trabalhava com guincho e fazia o trabalho para uma empresa que presta serviços ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

O homem teria acabado de guinchar um carro na rodovia e, quando voltava para a cabine, foi atingido pelo caminhão.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta