Carro furtado em Palmital é recuperado pela PM depois de perseguição em Assis

A Polícia Militar recuperou na tarde de domingo (12/01) um automóvel de luxo que foi furtado de um estacionamento em Palmital. O GM Cruze preto, que custa mais de R$ 40 mil, estava com dois jovens que foram presos depois de uma perseguição em alta velocidade pelas ruas da região central de Assis. A dupla tentou resistir à prisão, obrigando o uso de força física por parte dos policiais, e foi apresentada à Polícia Civil para o registro da ocorrência.

 

Um dos acusados é um jovem de 20 anos que reside no bairro São José. Outro, de 23 anos, é morador do Jardim Montreal. Ambos já têm passagens pela prática de delito, conforme informações de policiais que atuaram na ocorrência. O rapaz mais novo esteve internado na Fundação Casa (ex-Febem) por prática de delitos quando era adolescente. Outro já foi levado à Delegacia de Palmital por posse de droga.

 

Após o furto ocorrido na loja de veículos, que funciona na rua XV de Novembro, no centro de Palmital, houve o alerta para todas as unidades da PM na região. Um policial militar de folga avistou o veículo em Assis e, com seu automóvel particular, passou a acompanhar o Cruze. Os ladrões estariam entrando na cidade pela avenida Rui Barbosa. Uma equipe tentou abordar os criminosos, que não obedeceram ao sinal de parada e fugiram em alta velocidade.

 

Na fuga, percorreram diversas ruas da área central de Assis, incluindo trechos na contramão. O veículo, com dois pneus dianteiros estourados, parou em frente ao número 835 da avenida Rui Barbosa, nas proximidades do Hospital Regional. Os dois ladrões tentaram fugir a pé pela rua e foram presos dentro de uma escola de inglês na rua Sebastião da Silva Leite, onde houve cerco policial.

 

Os dois acusados ofereceram resistência e um dos policiais sofreu ferimento no antebraço quando realizava o procedimento de contenção para algemar um dos ladrões. Os acusados estavam com um celular e R$ 40,00 em dinheiro. Eles foram autuados no plantão da Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Assis, onde houve o registro da ocorrência com as naturezas de furto qualificado, de resistência à prisão, de lesão corporal e de direção perigosa. A dupla foi encaminhada para a Cadeia Pública de Lutécia e o veículo, após perícia, foi devolvido ao proprietário.

Compartilhe

Deixe uma resposta