Compartilhe

Mais de 80 mil casais se divorciaram nos cartórios do Brasil em 2021 – um número recorde, segundo dados do Colégio Notarial do Brasil, que reúne os tabelionatos de notas do país. Os dados não incluem os divórcios judiciais.

De janeiro a dezembro, foram 80.573 divórcios, uma alta de 4% em relação aos 77.531 registrados em 2020 e o maior número da série iniciada em 2007 (quando foram anotados 22.195 divórcios nos cartórios).

DIVÓRCIOS POR ESTADO

O Distrito Federal liderou o crescimento dos divórcios no ano passado, com uma alta de 40%, para 2.583. Houve altas acentuadas também no Amapá (33%), Acre (27%), Pernambuco (26%) e Roraima (19%).

Em números absolutos, São Paulo lidera com folga: foram 17.701 casamentos desfeitos em 2021. Paraná aparece na segunda posição, com 9.501, seguido por Minas Gerais (8.025).

DIVÓRCIO ONLINE

A possibilidade de realização de divórcio online pode ter dado impulso a esse movimento. Segundo a presidente do CNB, Giselle de Barros, os divórcios extrajudiciais – aqueles realizados em cartório de notas, sem a necessidade de se recorrer à Justiça – já vinham crescendo ano a ano.

Em julho de 2020, em meio à crise da Covid-19, a plataforma e-Notariado passou a permitir a realização da maior parte dos atos notariais de forma remota – incluindo divórcios.

“Com a migração dos serviços notariais para o meio eletrônico, a facilidade de fazer o ato online, sem se deslocar, se tornou um diferencial ainda maior, pois muitos estavam em isolamento e conseguiram resolver pendências da vida pessoal de forma remota”, aponta em nota Giselle de Barros.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe um comentário