Compartilhe

Segundo a mãe da garota, de 13 anos, de Macatuba (SP), ela foi ao posto para tomar a dose de reforço acompanhada da filha, que também acabou recebendo a dose da vacina da Janssen, que não é aprovada para essa faixa etária. 

A mãe de uma adolescente de 13 anos, de Macatuba (SP), denunciou que a filha tomou uma dose da vacina contra a Covid-19 a mais por engano. A dose foi para o braço da menina, segundo a mulher, após uma suposta “confusão com as carteirinhas”. 

Além disso, a adolescente recebeu o imunizante de uma fabricante (Janssen) não autorizada para essa faixa etária. A prefeitura investiga o caso. 

De acordo com a mãe da menina, na última quinta-feira (03/03), as duas foram até o posto de vacinação da cidade para que a mãe tomasse a dose de reforço. Ao site g1, a mulher disse que “achou que adolescentes também estavam recebendo o reforço”. 

A mulher foi imunizada e disse que a atendente, após “conferir no computador”, chamou a adolescente, que acabou tomando a dose da vacina da Janssen, que não foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso em crianças e adolescentes. 

Ainda de acordo com a mãe, depois de tomar essa dose, a adolescente não se sentiu bem e relatou muita dor nas pernas. 

Em nota, a Prefeitura de Macatuba disse que acionou o setor jurídico para investigar o caso e também a conduta médica da servidora que aplicou a dose na garota. 

A prefeitura informou ainda que está em contato com a família da adolescente, que foi internada para passar por alguns exames, mas que está bem e já voltou para casa. A nota diz ainda que a prefeitura designou um médico pediatra para acompanhar a paciente. 

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde, que informou não ter sido notificada sobre esse caso. 

Fonte: G1 

Compartilhe

Deixe um comentário