Corpo de advogado encontrado esquartejado estava em sacolas no banheiro de casa vazia

A polícia encontrou no banheiro de uma casa vazia, mas que não aparentava estar abandonada, em Araçatuba (SP), as três sacolas com o corpo esquartejado do advogado Ronaldo César Capelari, de 53 anos. Os pacotes foram localizados na noite de terça-feira (14/01), um dia após a vítima desaparecer.

 

A polícia também apreendeu na casa uma faca que pode ter sido usada no crime, além de documentos e fotos que estavam na residência. Nenhum suspeito foi detido ou identificado e a Polícia Civil não sabe o que motivou o assassinato. Três homens que estavam perto da casa foram abordados e levados à delegacia. Eles foram ouvidos e liberados.

 

O delegado que investiga o caso começou a ouvir pessoas para tentar esclarecer o crime, dentre elas a dona do imóvel onde o corpo foi encontrado. A casa seria alugada para uma jovem de 20 anos.

 

Ronaldo desapareceu na noite de segunda-feira (13/01), quando saiu de casa para ir até uma academia de natação e não foi mais visto. A casa onde o corpo foi encontrado esquartejado fica na Vila Água Branca, região leste de Araçatuba. “Uma denúncia anônima informou que, no decorrer da madrugada, ele viu a caminhonete no local, e inclusive ela havia colidido com o muro da residência. A casa estava vazia, mas não era abandonada. No quintal, encontramos uma jaqueta com sangue. A porta estava arrombada, [tinha] um forte cheiro e encontramos no banheiro o corpo”, afirma o tenente Rodrigo de Souto, da Polícia Militar.

 

A perícia fez o levantamento, colheu material genético e os objetos que estavam na casa. A polícia quer saber quem morava no local, já que tinham fotos e documentos que foram recolhidos. O velório de Ronaldo ocorreu na quarta-feira (15/01), no cemitério Jardim da Luz, em Araçatuba (SP), onde também ocorreu o sepultamento.

 

DESAPARECIDO

Ronaldo César Capelari, de 53 anos, sumiu na noite de segunda-feira após sair de casa para ir a uma academia de natação na cidade. Após o sumiço, na noite de segunda-feira, a família foi até a delegacia para registrar um boletim de ocorrência de desaparecimento.

 

A caminhonete de Ronaldo foi encontrada pela polícia em uma estrada de terra em Birigui (SP), que fica a 18 quilômetros de Araçatuba, também na manhã de terça-feira (14/01). Não havia sinais de arrombamento, mas ela estava batida e riscada. Dentro do veículo, policiais encontraram pedra e chinelo com marcas de sangue.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia