Desafios dos prefeitos da Comarca
Compartilhe

A posse de três novos prefeitos nos quatro municípios da Comarca, justamente quando se inicia a segunda onda da pandemia do Coronavírus, é um desafio extra entre muitas dificuldades que todos terão de enfrentar em mais um ano árduo nas áreas médica, sanitária, política e econômica, uma vez que todas se interligam pela lógica e também pelo oportunismo de muitos. Em Palmital, por exemplo, o novo prefeito terá como missão inicial criar meios de prevenção à pandemia, já que a responsabilidade pelo tratamento dos doentes não é do município, além de readequar os serviços e a administração pública.

Outra dificuldade em Palmital será a reorganização da máquina administrativa com novos secretários e diretores, ainda que vários tenham bastante experiência em suas áreas, mas também será preciso concluir obras de mais de seis anos e fazer funcionar os novos equipamentos que geram novos custos fixos. Para isso, serão necessários recursos adicionais, sejam advindos de impostos, de boa gestão de recursos ou de mais verbas estaduais e federais. Investimentos em estradas rurais, moradias, iluminação, segurança e na Santa Casa também são essenciais para melhoria da qualidade de vida.

Leia a coluna completa na versão impressa do JC.

Compartilhe

Deixe uma resposta