• Post category:Polícia
Compartilhe

Acusado foi reconhecido como autor de três assaltos durante o final de semana; outro comparsa também foi identificado e qualificado pela Polícia Civil

Jornal da Comarca Polícia
Polícia apreendeu camiseta e toca usadas pelo ladrão

Um desempregado de 40 anos foi preso pela prática de pelo menos três roubos durante o último final de semana em Palmital. O acusado foi capturado pela Polícia Militar na noite de domingo, após assalto a uma padaria na região do Paquetá, e reconhecido pelas vítimas durante o registro da ocorrência na Delegacia da Polícia Civil. Ele teria agido em conjunto com um comparsa já identificado, em crime na madrugada de sábado, e foi autuado em flagrante e levado para a Cadeia Pública de Lutécia.

De acordo com registros policiais, o primeiro crime teria ocorrido por volta da 1 hora de sábado, quando uma dupla armada com uma garrucha praticou assalto a uma lanchonete na Rua Afonso Negrão, no bairro homônimo. Os criminosos ameaçaram o comerciante de 61 anos e um entregador de 21 para levar quatro celulares e aproximadamente R$ 300,00 em dinheiro. A PM foi acionada e, durante diligências, conseguiu deter um reciclador de 35 anos, que dispensou uma garrucha quando era abordado e contou que havia adquirido a ama de um conhecido por R$ 50,00. Em sua casa, foi encontrada uma capa de celular e uma sacola plástica contendo R$ 87,00, que alegou ter sido obtido com a venda de reciclagem.

O reciclador foi apresentado na Delegacia de Palmital, onde não foi reconhecido. Porém, por meio do arquivo fotográfico da polícia, as vítimas indicaram a identidade do desempregado e de seu comparsa, um lavrador de 21 anos, como autores do roubo. O acusado de porte ilegal de arma foi liberado para responder ao processo em liberdade, mas a garrucha, a capa de celular e o dinheiro foram apreendidos para averiguação da procedência.

O segundo roubo ocorreu por volta das 21h30 do domingo em uma padaria na Rua Ângelo Breganó, na região do Paquetá. Um assaltante com o rosto encoberto por uma touca ninja e empunhando uma faca ameaçou três funcionárias do estabelecimento para praticar o assalto, de onde levaram dinheiro do caixa e produtos. A PM foi acionada e, com base nas descrições feitas pelas vítimas, foi até à residência do acusado, que conseguiu fugir de uma primeira abordagem pulando o muro de residências vizinhas.

Contudo, quanto tentou fugir, ele deixou cair uma cartela com 12 isqueiros subtraídos da padaria. Posteriormente, o desempregado foi novamente localizado e acompanhado até a casa de uma irmã, onde foi preso. Em sua casa, foram encontrados a camiseta usada no roubo e a touca usada no assalto. Os policiais também receberam informações das vítimas que o mesmo homem havia feito um roubo na padaria na noite de sexta-feira.

O acusado foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil, onde foi feita a apresentação da camiseta e da touca, além de 39 unidades de chocolate (22 de M&M e 17 de Chokito) e dos 12 isqueiros subtraídos da padaria. As vítimas também fizeram o reconhecimento do autor dos assaltos, que foi levado para a Cadeia Pública de Lutécia. Na segunda-feira, ele passou por audiência de custódia e teve a prisão preventiva decretara pelo juiz da Comarca. O homem também é suspeito de ter realizado assalto em mercado no Jardim Paulista há duas semanas.

Compartilhe

Deixe uma resposta