Duas mulheres de Platina morrem vitimas de Covid-19
Conceição Ambrozim e a professora Iolanda Silva, a Ioio, de Platina, morreram neste domingo, 18/04, de Covid-19 Foto montagem Rede Social Facebook
Compartilhe

Ambas estavam internadas em estado grave e morreram na tarde deste domingo, 18

A cidade de Platina está em luto pela morte de duas mulheres muito conhecidas e queridas, ambas vítimas de Covid-19. Elas morreram na tarde de hoje, uma em Assis e outra em Paraguaçu Paulista, o que causou enorme comoção no município de pouco mais de 3.500 habitantes.

A professora aposentada Iolanda Silva, conhecida como Ioio, de 53 anos, estava internada em Paraguaçu Paulista e morreu no meio da tarde. Concursada na Secretaria de Estado da Educação, era casada com Edson Maturano. Ioio também deixa os filhos Willian, Lindsen e Yan.

Depois de atuar como responsável pela biblioteca da escola estadual Clarice Pellizone de Lima e se destacar como organizadora e monitora de excursões de alunos, em período em que se popularizou como pessoa muito animada, a professora Ioio se aposentou e vivia no assentamento Bebedouro, no mesmo município de Platina.

Em Assis, também na tarde deste domingo, 18/04, faleceu a dona-de-casa Maria Conceição Silva Ambrozim, de 56 anos. Esposa do agricultor Hugo Ambrozim Filho. Ela deixa também os filhos Hugo Ambrozim Neto e Higor Ambrozim.

O sepultamento da professora Ioio será realizado em Sertaneja, no Paraná, sua cidade natal, em horário ainda não definido. Conceição será sepultada em Platina, também em horário não definido, em ambos os casos seguindo os protocolos para Covid-19.

Compartilhe