Compartilhe

Iniciativa cumpre a filosofia da responsabilidade social e trabalhista da empresa

Promover a capacitação de profissionais para o incremento da produção e o atendimento aos preceitos de responsabilidade social e trabalhista.  Este é o objetivo de Programa Bolsa de Qualificação Profissional Enersugar Bioenergia.

A iniciativa, que atende trabalhadores que tiveram suspensos seus contratos de trabalho devido à entressafra, é desenvolvida por meio da parceria com o Senai de Ourinhos.

A primeira turma, que iniciou as atividades na segunda-feira (24/01), é formada por 17 profissionais que aderiram ao Programa Bolsa Qualificação Profissional, uma das modalidades do Seguro-Desemprego mantido pelo governo federal.

Até novembro passado, eles atuavam na área industrial da Enersugar, que atualmente está em processo de manutenção devido à entressafra da cana-de-açúcar.

A aula-inaugural foi acompanhada pelos sócios-proprietários Sylvio Ribeiro e Dorival Finotti, acompanhados dos diretores Melchiades Terciotti (geral) e Antônio Viesser (industrial), além de gerentes e gestores da Enersugar.

Também esteve presente o diretor do Senai de Ourinhos, Wilson José Chiari, o coordenador de relacionamento industrial Thiago Rosa Hamad e o instrutor de formação profissional, Mateus Luis Desidério.

Depois da recepção aos alunos, foi oferecido um café-da-manhã de confraternização antes do início das atividades do programa. Melchiades Terciotti destacou o empenho da Enersugar em oferecer a oportunidade de capacitação aos profissionais que estão no chamado “lay-off” da entressafra, possibilitando que eles adquiram novos conhecimentos e possam contribuir com a empresa após a retomada da produção industrial.

ATIVIDADES – As atividades do programa, que inclui conhecimentos de mecânica e manutenção industrial, além de segurança do trabalho e primeiros-socorros, serão ministradas na própria usina, em Ibirarema.

Para tanto, o Senai enviou ao pátio da Enersugar a “Escola Móvel de Manutenção Mecânica”, que funciona em uma carreta adaptada como sala de aula. A instituição de ensino profissionalizante também disponibilizou equipamentos para as atividades práticas.

A Enersugar, por meio de suas equipes de trabalho e parceiros, também desenvolverá atividades que abordarão assuntos como inteligência emocional, processos industriais, ética e operação de equipamentos. A programação do Bolsa Qualificação na Enersugar, que deve durar pouco mais de um mês, terá duração de 240 horas. O programa também disponibiliza transporte, alimentação e uniformes aos alunos.

Compartilhe

Deixe um comentário