Envelhecimento e políticas públicas são temas da Conferência do Idoso
Compartilhe

A Prefeitura de Palmital, por meio da Secretaria de Assistência Social, realiza na tarde desta quarta-feira (27/03) a 2ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa no Centro Cultural Antônio Sylvio da Cunha Bueno. O evento, que contou com representantes de órgãos do poder público e de entidades da sociedade civil, além de usuários e beneficiários de programas, teve a proposta de discutir “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”.

A abertura contou com a presença do prefeito José Roberto Ronqui, da primeira    -dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade Fátima Ronqui, da secretária de Assistência Social Cláudia Cruz Paulino, da presidente do Conselho Municipal do Idoso Araci Modanez, do representante da OAB e presidente da Vila Vicentina Sérgio Vaz e da assistente social Maria Aparecida Finotti Oliveira, mestre em Psicologia Social pela Unesp de Assis. Houve ato cívico, com os hinos Nacional e de Palmital.

 

Cláudia Paulino abriu a palavra dando as boas-vindas aos conferencistas, que representam órgãos públicos e entidades, bem como muitos participantes de projetos e programas de Palmital, enfatizando a importância do evento para a discussão dos direitos com mais de 60 anos. Ronqui lembrou que na letra do hino municipal, composta por ele, já há o termo “atenção para o idoso”, que deve ser encarada como ponto importante das políticas públicas de qualquer administração.

O prefeito também enfatizou a necessidade de respeito e carinho para com os idosos, que compões uma parcela significativa da população e tende a aumentar nos próximos anos com a elevação constante da expectativa de vida. Ronqui destacou a necessidade de deliberar sobre assuntos locais que possibilitem ações efetivas que garantam dignidade no atendimento, serviços de excelência e uma melhor qualidade de vida para toda a população.

Ronqui destacou ainda o trabalho realizado com destaque por entidades de Palmital em vários setores, incluindo na atenção à melhor idade. Ele lembrou do acolhimento promovido há várias décadas pelo Asilo São Vicente de Paulo, por meio do trabalho conjunto entre a Vila Vicentina e as Missionárias de Ação Paroquial. O prefeito ressaltou o Fundo Social, que faz a gestão de qualidade em dois Centros de Convivência do Idoso (CCIs), com ações de atendimento e de resgate da autoestima dos beneficiários.

 

O evento contou com apresentação do Coral do Projeto Brotar, mantido no CCI do Bairro Paraná. Em seguida, houve a leitura, apreciação e aprovação do Regimento Interno da Conferência Municipal. No encerramento da primeira parte do evento, a assistente social Maria Aparecida Finotti Oliveira fez palestra com o tema apresentado pela organização, destacando os aspectos do envelhecimento, as consequências psicossociais e a busca por políticas públicas que garantam a dignidade à pessoa idosa.

Por volta das 15h30 desta quarta-feira, quando da produção desta matéria, a conferência ainda estava em andamento no Centro Cultural, com a divisão dos conferencistas em grupos que estão avaliando a realidade do setor no município a partir dos eixos temáticos propostos. No final da tarde, havia a previsão de que os participantes apresentassem propostas a serem analisadas na plenária de encerramento. As moções serão enviadas à conferência regional e servirão para nortear as ações a serem desenvolvidas em Palmital nos próximos anos.

 

 

CONFIRA FOTOS DO EVENTO

 

Compartilhe

Deixe uma resposta