Esposa de homem morto e enterrado em quintal é presa suspeita de participação no crime

Mulher foi presa suspeita de participar junto com amante da morte do marido dela (à direita) em Guaimbê (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Alini Lilian Guedes, de 33 anos, é investigada por ter sido cúmplice do amante no assassinato e na ocultação do cadáver de Adriano Silva Barreto, de 37 anos. Caso foi registrado em Guaimbê, interior de SP

A esposa do homem morto e enterrado no quintal de uma casa pelo amante dela foi presa nesta sexta-feira (8) por suspeita de participação no crime. O caso ocorreu em Guaimbê, no interior de SP.

O mandado de prisão preventiva contra Alini Lilian Guedes, de 33 anos, foi cumprido em Promissão (SP), cidade vizinha. Ela é investigada por ter sido cúmplice do amante no assassinato de Adriano Silva Barreto, de 37 anos. A mulher também é acusada por envolvimento na ocultação do corpo.

A mulher foi encaminhada até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Lins e, depois, para uma unidade prisional.

O crime

De acordo com a Polícia Civil, Luís Henrique Bezerra da Silva, de 29 anos, confessou o assassinato e foi preso em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe e ocultação de cadáver.

Adriano, que era lavrador, foi encontrado no quintal da casa do suspeito. Os policiais chegaram até o caso após uma denúncia.

Os dois suspeitos do crime, Luís Henrique Bezerra da Silva e Alini Lilian Guedes, mantinham um caso extraconjugal há cerca de dois anos, informou a polícia.

Homem foi encontrado em quintal de casa em Guaimbê (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Homem foi encontrado em quintal de casa em Guaimbê (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

O que eles dizem?

À polícia, o suspeito afirmou que a mulher contou para ele que vinha sendo agredida pelo marido e que, devido às agressões, teria perdido uma gestação, cujo filho seria dele.

Ainda no depoimento à polícia, ele revelou que na segunda-feira (4), a pedido da mulher, acompanhou de “tocaia” uma saída entre ela e o marido, para que pudesse ver o modo como ela era tratada.

Luís Henrique contou ainda que, enquanto acompanhava os dois, viu Alini correndo do marido e, por isso, atropelou o homem com o seu carro. Em seguida, ele afirmou que bateu na cabeça da vítima com um pedaço de pau, trocou de automóvel e levou o corpo para casa.

Na residência, ele cavou um buraco e envolveu o corpo em uma lona. Ainda conforme o rapaz, com a ajuda da mulher e de um adolescente de 17 anos, transportou o corpo para a cova. O menor foi ouvido pela polícia e afirmou que o homem pediu ajuda para ocultar o cadáver, porém, ele se negou a colaborar.

À polícia, a mulher disse que nunca pediu para o amante matar seu marido, nem participou da ocultação de cadáver. Ela contou que fugiu após o marido ter sido atropelado e que, embora desconfiasse do amante, não tinha certeza que o carro era dele.

Segundo o relato da mulher, Luís Henrique a convidou para ir à sua casa após o atropelamento e, nesse momento, confessou o crime e pediu ajuda para ocultar o corpo. Durante o depoimento, Alini relatou que recusou o pedido e queria que o homem se entregasse, uma solicitação que não foi atendida.

FONTE: G1

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

destaques da edição impressa

colunistas

Cláudio Pissolito

QUAL O MELHOR PRESENTE PARA PALMITAL NO ANIVERSÁRIO DE 103 ANOS?

Esta votação foi encerrada (since 7 meses).

VOTE NA ENQUETE ABAIXO - ESCOLHA APENAS UMA OPÇÃO

Melhoria na Saúde
35.06%
Melhoria na Segurança
14.34%
Melhoria no Horto Florestal
13.15%
Melhoria do Povo
11.95%
Melhoria na Educação
8.76%
Melhoria nas Estradas Rurais
6.77%
Melhoria na Arborização
3.98%
Melhoria na habitação
3.98%
Melhoria na Assistência Social
1.99%

Foto do Leitor

Envie sua Imagem de fato positivo ou negativo

HORÁRIOS DE ÔNIBUS

Clique na Imagem e Acesse os Horários

TV JC

Temas

Don`t copy text!

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.