Ex-jogador da base do Corinthians é morto a tiros por PM

O jogador Leandro Augusto Santos Soares, de 18 anos, foi morto a tiros na manhã da última sexta-feira (5). Ele estava em uma praça na cidade de Valparaíso de Goiás (GO) quando foi atingido no tórax por um policial militar cujo nome ainda não foi divulgado.

Leandro chegou a ser levado para o Hospital de Santa Maria, mas não resistiu e morreu momentos depois de dar entrada no local. A informação foi confirmada pelo delegado plantonista de Valparaíso, Pedro Trajano.

Leandro estava em uma praça no bairro Cidade Jardins e estava acompanhado da namorada quando ocorreu o crime. A Polícia Civil trabalha com a informação de que ele portava um objeto que imitava uma arma.

Profissionais do Capital, clube onde Leandro atuava, ouvidos pela reportagem afirmam que o atleta estava em uma praça com a namorada quando levou um tiro nas costas, um na cabeça e ainda um terceiro tiro. Segundo eles, Leandro estava de costas para os policiais no momento da ação. Ele portaria uma arma de brinquedo e não teria reagido.

A Polícia Civil, no entanto, não confirma as informações. O delegado Pedro Trajano informou que a apuração dos fatos vai correr junto à Delegacia de Homicídios e que ainda é prematuro apontar qualquer circunstância sobre o crime.

O jovem defendia o Capital Futebol. Antes, Leandro passou pela base do Corinthians, clube que deixou no final de 2017.

Leia também no JC Online

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia