Feriado e fechamento de lojas em Palmital durante a pandemia são debatidos por Sincomercio, Prefeitura e Câmara Municipal
Compartilhe

O feriado municipal do Dia de Consciência Negra e o fechamento das lojas na fase vermelha do Plano SP, com objetivo de conter a proliferação do coronavírus, foram temas de debate entre empresários e representantes da Prefeitura e Câmara Municipal. As discussões ocorreram em reunião na noite de segunda-feira (25/01) na sede do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio) de Palmital.

O presidente da entidade Ângelo Breganó, acompanhado de diretores e comerciantes associados, recebeu o prefeito Luis Gustavo Mendes Moraes, o presidente da Câmara Municipal Fabiano Santos e outros nove vereadores para debater problemas que atualmente afetam o setor em Palmital.

A pauta abordou tratou do fechamento das lojas no Dia da Consciência Negra e na atual fase da pandemia. Os comerciantes alertaram para os prejuízos acumulados pela suspensão do atendimento, que está obrigando à diminuição de investimentos e até à demissão de funcionários.

Os representantes da Câmara se comprometeram a buscar alternativa para manter a comemoração da Consciência Negra sem que haja a paralisação das atividades do setor ou prejuízo aos funcionários. Luis Gustavo se comprometeu apoiar ações que tornem efetivas as celebrações da data em Palmital.

O prefeito manifestou apoio ao comércio e enfatizou a necessidade das pessoas praticarem o distanciamento social e tomar os cuidados de higiene para evitar o coronavírus. Luis Gustavo disse ainda que a Vigilância Sanitária está atuando para orientar os comerciantes a seguirem os protocolos contra o covid, colocando-se à disposição para discutir alternativas para reduzir o impacto em cada segmento.

Confira mais detalhes na versão impressa do JC

Compartilhe

Deixe uma resposta