Fraternidade na crise sanitária global
Compartilhe

Então olhei para o campo e ví o Brasil …

– Quero saber apresenta:

“… o movimento Agro Fraterno continua a crescer e a apresentar resultados positivos em todo o país. A iniciativa liderada pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), pelo Sistema CNA/Senar e pelas entidades do Instituto Pensar Agropecuária (IPA) foi elogiada pelo deputado Celso Maldaner (SC), diretor da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop). “Mais do que em outros momentos, é de suma importância projetos como o Agro Fraterno, que fazem chegar até nossos produtores rurais uma ajuda básica. Quando todos se unem, tudo fica mais fácil. Não podemos abandonar nossa gente. Sem alimento não há vida. Temos que dar a mão para aqueles que com suas mãos plantam e produzem o que vai para a mesa dos brasileiros”, afirmou o parlamentar. Maldaner lembra que a pandemia da Covid-19 assolou drasticamente todo o mundo, inclusive os pequenos agricultores… (OCB)

* Quando existe amor e união, a dificuldade vira facilidade?

* O Agro Fraterno é uma excelente ídéia?

* É uma resposta à pandemía?

O Movimento Agro Fraterno é um exemplo de união  e amor ao próximo – Foto: Assessoria de Comunicação do Senar Pernambuco

O Agro Fraterno é um movimento liderado pelo Sistema CNA/Senar, a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e as entidades do Instituto Pensar Agro (IPA), com articulação dos ministérios da Agricultura e da Cidadania. A crise sanitária pandêmica da Covid-19, trouxe uma grande crise para o Brasil e o mundo. Milhares de mortos, falências comerciais, desemprego e fome. Então surgiu a idéia de criar um programa especial para alimentar os necessitados que é o movimento Agro Fraterno. Até agora foram doados 217.883 quilos de alimentos, 64.737 cestas de alimentos, movimentando um total de R$ 497.978,16 milhões. Sem duvida alguma este programa é excelente por seu propósito e um exemplo de união de todos contra a pandemia.

– Por hoje é isto. Boa semana, forte abraço e até a próxima palavra Brasiliana.

Compartilhe

Deixe uma resposta