Funcionário de Banco de Assis é internado com suspeita de Coronavírus e Sindicato pede interdição da agência – HOSPITAL EMITE NOTA OFICIAL

Um funcionário da agência do banco Itaú, de Assis, foi internado neste domingo, 22, no Hospital e Maternidade (Dr. Zézinho), daquela cidade, com febre e dificuldades respiratórias. Segundo informações não confirmadas, ele teria permanecido por longo tempo na sala de espera aguardando atendimento, onde também estavam outras pessoas.

O bancário, de 57 anos, permanece na UTI – Unidade de Terapia Intensiva -, mas não existe diagnóstico fechado para o caso. Entretanto, a notícia divulgada no meio da tarde desta segunda-feira causou certo pânico na cidade e até recomendações de pessoas anônimas para que ninguém se dirija ao hospital, aumentando ainda mais a desinformação e, principalmente, a preocupação nas pessoas.

O caso despertou a atenção da população, causando muitas postagens e comentários pelas redes sociais e aplicativos de comunicação virtual, antes mesmo que tivesse havido qualquer manifestação oficial sobre o caso.

O Sindicato dos Empregados de Estabelecimentos Bancários de Assis e Região divulgou cópia de ofício assinado pelo diretor da entidade, Fábio Escobar de Campos, encaminhado ao Secretário de Saúde de Assis, Adriano Romagnoli, pelo qual solicita a interdição, com urgência, da agência bancária.

A alegação é que o funcionário internado na UTI esta sob suspeita de ter contraído o Coronavírus e que outros três funcionários da mesma agência estão afastados do trabalho com sintomas da mesma enfermidade.

Em “live” feita na internet pelo prefeito de Assis, José Fernandes, no começo da noite de hoje, foi confirmada a existência de 28 casos suspeitos na cidade, mas não houve qualquer menção específica à situação do bancário que ganhou repercussão nas redes sociais.

Por volta das 18h30, o Hospital e Maternidade de Assis (Dr. Zézinho) emitiu um comunicado à imprensa em que confirma a internação do paciente na UTI, e que por enquanto trata o caso como “suspeito”. A unidade médica desmentiu que o paciente teria esperado longo tempo, informando que o mesmo foi imediatamente encaminhado ao setor de atendimento.

A Nota também informa que o paciente está em isolamento, de acordo com os protocolos de atendimento para casos suspeitos e contaminação com o Covid-19 e que o hospital segue à risca as recomendações médicas e sanitárias para garantir a segurança de todos os pacientes e colaboradores e conclui com a recomendação de que todos devem se cuidar neste momento.

 

 

Compartilhe