Compartilhe

Um ajudante de pedreiro de 46 anos morreu na madrugada deste domingo (03/04), após ser atropelado por um carro dirigido pelo próprio amigo Sandro Aparecido Cambuy, de 52 anos. O atropelamento aconteceu de forma acidental, por volta das 2h20 na Avenida Angelo Carnevale, no Bairro Estação, em Santa Cruz do Rio Pardo.

De acordo com o registro policial, Sandro contou que estava em uma festa com a vítima, Jairo Donizete Tosta, em Bernardino de Campos e que ambos voltavam no carro de Sandro, um GM/ Vectra, branco, de 1995, com placas de Santa Cruz do Rio Pardo. Eles perceberam que havia acontecido uma pane elétrica no motor, pois uma fumaça saía do capô, vindo a estacionar o veículo na Avenida Angelo Carnevale.

Sandro e Jairo então desceram, abriram o capô e verificaram que o problema seria a bateria e retiraram os dois polos do equipamento. “Notando que a pane teria cessado, Sandro entrou no veículo para dar partida. Como o capô ficou aberto não tinha visto que Jairo estava na frente do carro”, destaca o boletim.

Ao dar partida no veículo, o carro deu um solavanco, percorrendo entre sete e dez metros. Só então Sandro percebeu que havia passado sobre algo e quando foi ver, deparou-se com o amigo, cujo o corpo estava enroscado no meio do veículo. Desesperado, Sandro tentou retirar Jairo de baixo do carro, mas não conseguiu, tendo êxito na remoção apenas quando usuários da via o auxiliaram. Eles levantaram o carro o suficiente para retirar Jairo debaixo e o colocaram na calçada.

Quando os policiais chegaram, Jairo estava com sangramento na cabeça e escoriações pelo corpo. O Corpo de Bombeiros chegou em seguida, colocou a vítima sore a prancha e o conduziu rapidamente à Santa Casa de Misericórdia de Santa Cruz do Rio Pardo. Mas, momentos após, a vítima veio a óbito.

Sandro admitiu que havia ingerido bebida alcóolica, assim como seu amigo, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro. O veículo foi apreendido e o fato foi registrado como “Homicídio Culposo na Direção de Veículo Automotor” e “Embriaguez ao Volante”. Ninguém foi preso.

As informações foram divulgadas pela Polícia Civil, através do RDO nº 825/2022 da CPJ de Ourinhos.

Fonte: Passando a Régua

Compartilhe

Deixe um comentário