Homem mata filho de 2 anos e comete suicídio, mas deixa carta antes
Compartilhe

O Brasil está em choque com um crime acontecido na noite da última terça-feira (20), na cidade de Patos de Minas, interior do estado de Minas Gerais. Um homem de 34 anos matou o próprio filho, uma criança de apenas 2 anos de idade. Logo em seguida, ele cometeu suicídio.

A Polícia Civil do município divulgou que ele deixou uma carta explicando seus motivos. 

O homem, chamado Evandro Araújo, não aceitava o fim do casamento quando decidiu cometer o crime. A esposa encontrou os corpos na varanda da residência, quando chegou em casa após o trabalho. Desesperada, a mulher gritou por ajuda até que conseguiu atrair alguns vizinhos.

Na tarde em que tudo aconteceu, o homem estava de folga do trabalho e a criança ficou sob seus cuidados em casa. Ele amarrou duas cordas na varanda para cometer o assassinato e o suicídio.

Não existem pistas concretas quanto à motivação do crime. O homem deixou um bilhete, escrito à mão, escondido em um armário da cozinha ao lado de seu celular.

“Você não se arrependeu, mas vai sentir arrependimento agora como eu senti… Aprenda a ter respeito… Decisão e consequência”, escreveu o homem na carta, destinada à esposa.

Os corpos foram conduzidos ao Instituto Médico Legal do município. A carta e o celular foram recolhidos para perícia.

Compartilhe

Deixe uma resposta