Compartilhe

Um crime macabro chocou moradores do bairro Parque Cuiabá na sexta-feira (22/04), na Capital do MT. Roger André Soares da Silva, de 29 anos, foi encontrado morto com mais de 30 facadas e seu corpo crucificado na cena do crime. De acordo com informações, a vítima era homossexual.

De acordo com a Polícia Civil, a equipe de plantão da DHPP de Cuiabá foi acionada, via Ciosp, sobre o encontro de uma pessoa morta dentro de uma casa, no bairro Parque Cuiabá. Conforme informações colhidas no local, a vítima foi encontrada morta na sala da casa, com várias lesões pelo corpo, demonstrando ser mais de 30 golpes de faca.

A filha do dono da casa encontrou o corpo de Roger, crucificado e todo ensanguentado, por volta das 16h. De acordo com fontes do Única News, a vítima “já estava em situação de rigidez cadavérica, apontando ter sido morto, possivelmente, pela manhã”.

Além disso, o suspeito usou o sangue de Roger para desenhar dezenas de cruzes pelas paredes da sala, reforçando ainda mais o ar sinistro no local.

A casa era alugada por outra pessoa que morava de favor no local. A vítima foi avistada na casa por um familiar do proprietário, que está viajando, e informou que não conhece a vítima e não viu durante o dia a pessoa que moraria no local.

Ainda sobre o caso, o programa policial ‘Cadeia Neles’, da TV Vila Real – canal 10, trouxe uma reportagem dizendo que supostamente Roger, a vítima, foi até o local para matar seu desafeto, porém teria sido desarmado e acabou sendo morto com sua própria faca.

De acordo com informações extraoficiais, o assassino também seria um homossexual, com quem a vítima teria um relacionamento. Contudo, a informação ainda não foi confirmada.

Os trabalhos periciais foram realizados e o corpo da vítima encaminhado ao IML da Capital.

As diligências seguem para esclarecer o crime, não sendo divulgado ainda o nome do suspeito, que pode estar ferido tendo em vista que a polícia encontrou marcas de sangue na direção da saída da casa.

*Matéria produzida com a contribuição de Tarley Carvalho, do Jornal Estadão Mato Grosso

Fonte: Única News

Compartilhe

Deixe um comentário