Irmã de preso é flagrada ao tentar entrar em prisão com celular na vagina

Uma mulher de 33 anos foi flagrada tentando entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mogi das Cruzes com um celular na vagina. O caso ocorreu no domingo (1º), quando ela ia visitar o irmão.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), por volta das 10h a visitante passou pelo procedimento de revista, que conta com um escaneamento corporal.

As agentes penitenciárias identificaram um objeto estranho na região pélvica da suspeita que, ao ser questionada, negou qualquer infração. Ela então foi encaminhada ao pronto-socorro da cidade.

Após exames, foi identificado que a mulher carregava um invólucro na vagina, onde estava guardado um telefone móvel. O celular seria entregue ao irmão dela, que está detido.

A suspeita foi encaminhada à delegacia, onde foi registrado um boletim de ocorrência. Ela teve o nome suspenso do rol de visitas da SAP.

A direção do CDP de Mogi das Cruzes enviou um comunicado à Vara de Execuções Criminais e informou que instaurou um Procedimento Disciplinar Apuratório.

Compartilhe
Fechar Menu
Não Permitido Cópia