Jovem pede indicação de casa para alugar e recebe foto de pênis
Compartilhe

 

Uma jovem de 18 anos que mora em Itu (SP) fez uma publicação nas redes sociais depois de receber uma foto constrangedora ao pedir indicação de uma casa para alugar em um grupo online.

A vítima, que pediu para ter a identidade preservada, contou ao G1 que mora com o marido e com a filha. Como eles estavam à procura de uma residência para alugar, ela resolveu pedir ajuda em grupos de venda e aluguel de imóveis em Itu e Salto.

Em uma das publicações, um homem comentou que tinha uma casa disponível e passou um número de telefone para contato. A jovem então mandou uma mensagem para ele através do WhatsApp se apresentando.

“Ele falou que estava na casa e queria me ligar em vídeo chamada para me mostrar. Eu neguei e pedi fotos da casa. Mesmo assim, ele ligou e eu não atendi. Comecei a achar estranho e falei que não precisava mais”, conta.

Jovem registrou boletim de ocorrência em Itu depois de receber foto constrangedora  — Foto: Reprodução/WhatsApp

Depois disso, o homem encontrou uma foto da jovem nas redes sociais e enviou a imagem na conversa, perguntando se era ela. A vítima falou para ele que não gostou e que aquilo era desnecessário.

O homem então enviou outras mensagens e, em seguida, mandou a foto íntima. A mulher mostrou a imagem ao marido, que enviou um áudio para o homem, mas não teve nenhuma resposta.

“Eu senti nojo, raiva, me senti humilhada. Eu estava atrás de uma casa, tenho uma filha para cuidar, não esperava nada disso”, desabafa.

Abalada, a jovem resolveu fazer uma publicação nas redes sociais para alertar outras mulheres. Até esta segunda-feira (1º), a mensagem já havia sido compartilhada 127 vezes.

Jovem fez publicação nas redes sociais para alertar outras mulheres em Itu — Foto: Reprodução/WhatsApp

“Eu fiz para prevenir outras mulheres, porque se ele fez comigo deve ter feito com outras e vai continuar fazendo. Algumas mulheres ainda têm medo de denunciar, de expor, então fiz como um alerta”.

Após a conversa, o homem bloqueou o contato da mulher no aplicativo de mensagens. A vítima tentou registrar um boletim de ocorrência online, mas, como não havia uma opção que descrevesse o caso, foi orientada a ir até a delegacia da cidade para fazer o registro.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta