Manicure não resiste à depressão e desiste de viver em Assis
Compartilhe

Nesta sexta-feira, 28 de junho, a depressão, considerada a doença do século, fez mais uma vítima. Dessa vez uma jovem de 26 anos, que deixa um casal de filhos pequenos.

 

Lídia Grunzweig tinha se casado, mudado para Londrina (PR), onde permaneceu por alguns anos e teve o segundo filho. Há pouco tempo, separou-se do marido e voltou para Assis, retomando a profissão de manicure.

 

O corpo foi encontrado hoje, em sua casa, enforcado. O corpo é preparado na funerária Pax Universal e será velado na Igreja Vida Com Cristo, na Rua Paranapanema, 422, Jardim Paraná.  O sepultamento será amanhã, em Tarumã, com horário ainda não definido. 

Fonte: Abordagem Notícias

Compartilhe

Este post tem um comentário

  1. Anônimo

    Era amiga da minha filha, meus pêsames a familia ! Que triste

Deixe uma resposta