Massoterapeuta é preso por abuso sexual e estupro em Marília
Foto Ilustrativa
Compartilhe

Um massoterapeuta foi preso após denúncias de abusos sexuais e estupro em Marília (SP). O mandado de prisão foi cumprido no sábado (25) e não há previsão de soltura do suspeito.

Segundo a Polícia Civil, o caso teve início ainda neste mês depois que uma mulher denunciou o suspeito após ter sido, segundo ela, vítima da prática de atos libidinosos por parte do massagista.

De acordo com a denúncia, o homem aproveitava o momento da massagem para tocar nos seios e partes íntimas, além de “se esfregar” nas clientes durante sessões de massagem em uma clínica localizada na zona leste da cidade.

A mulher disse que descobriu que outras clientes haviam sido vítimas de situação semelhante e levou outras três à delegacia para registrar a denúncia. Nesta segunda-feira (27), uma quinta mulher também registrou denúncia semelhante.

Durante o cumprimento da prisão, policiais também fizeram buscas na casa e no consultório do suspeito e apreendeu um agenda, para investigar possíveis novas vítimas.

“A preocupação da Polícia Civil se deu porque ele estava atuando e poderia fazer novas vítimas. Por isso fizemos a prisão e ainda acreditamos que podem surgir novas denúncias”, disse a delegada Viviane Sponchiado, titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

Segundo a polícia, a maioria dos casos denunciados foi pela prática de atos libidinosos e importunação sexual, mas há também uma denúncia de estupro.

O suspeito foi encaminhado para a cadeia de São Pedro de Turvo, onde aguarda vaga no sistema penitenciário.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta