MC Reaça espanca a namorada e se suicida
Compartilhe

O MC Reaça, Tales Alves Fernandes, conhecido como o funkeiro Tales Volpi, de 25 anos, espancou a namorada, uma agente de viagem de 28 anos, e depois se matou. Tanto Volpi como a namorada são moradores de Indaiatuba. A moça segue internada em estado grave no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC). O corpo dele está sendo velado no cemitério Parque dos Indaiás e será enterrado nesta segunda-feira (03/06), às 10 horas.

 

O crime e o suicídio aconteceram entre madrugada e início da tarde deste sábado (1º junho). O funkeiro ficou famoso no ano passado ao gravar músicas em apoio à então candidatura de Jair Bolsonaro à presidência. A composição compara mulheres às cadelas e o vídeo chegou a ser compartilhado nas redes sociais de Flávio Bolsonaro.

 

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na delegacia de Indaiatuba por um metalúrgico de 62 anos, a filha namorava Volpi e na madrugada de ontem ligou para a mãe, que está no Rio Grande do Sul, avisando que havia sido agredida pelo namorado e estava internada no hospital. O pai seguiu até o HAOC onde foi informado que a agente de viagem passará por cirurgia, uma vez que apresenta edema e hematomas no lado direito dos rosto e no olho, além de fraturas no maxilar.

 

O funkeiro era casado e tinha uma relação extraconjugal com a agente de viagem. A polícia acredita que a agressão foi em razão de um suposto anúncio de gravidez, já que em um dos áudios enviado por ele à mulher, o músico pede para que ela ajude a amante a cuidar do bebê, caso a criança sobreviva.

 

Após o espancamento à namorada, Volpi saiu de moto. Por volta das 14h deste sábado, a Polícia Militar Rodoviária foi acionada por um funcionário da Concessionária Rota das Bandeiras, que administra a Rodovia Dom Pedro 1. Ele relatou que passava pelo km 116 da pista quando avistou uma moto estacionada no acostamento e um rapaz, com uma corda nas mãos, indo em direção a uma árvore, no meio da mata. Ele pediu ajuda da base, mas não conseguiu evitar o suicídio.

 

Antes de se enforcar, o funkeiro gravou dois áudios para a mulher, pedindo perdão, agradecendo e também para que cuidassem do pai dele. Também pediu para que a mulher ajudasse a amante cuidar do filho dele, caso a criança sobrevivesse. A morte repercutiu em redes sociais e muitos não acreditam ainda na morte do funkeiro. Outros se solidarizam com a família.

 

Bolsonaro usou as redes sociais para lamentar a morte de MC Reaça. “Tales Volpi, conhecido como Mc Reaça, nos deixou no dia de ontem. Tinha o sonho de mudar o país e apostou em meu nome por meio de seu grande talento. Será lembrado pelo dom, pela humildade e por seu amor pelo Brasil. Que Deus o conforte juntamente com seus familiares e amigos”, escreveu o presidente em seu perfil no Facebook.

Compartilhe

Deixe uma resposta