Morador leva multa de R$ 4 mil por manter em casa cabeças embalsamadas de animais silvestres
Compartilhe

A Polícia Militar Ambiental aplicou na quarta-feira (04/03) uma multa de R$ 4 mil a um morador de Santo Anastácio (SP) que mantinha em sua residência oito cabeças embalsamadas de animais silvestres. Os policiais compareceram ao local depois de receberem uma denúncia de que havia produtos relacionados à fauna silvestre no imóvel, no bairro Vitória Régia.

 

Segundo a corporação, o morador confirmou aos militares que possuía sete cabeças de veados de diferentes espécies e uma de jacaré que estavam embalsamadas e penduradas em uma área externa da casa. Com a autorização do proprietário, os policiais entraram no imóvel e constataram o crime ambiental.

Os produtos foram apreendidos pela Polícia Militar Ambiental e permaneceram à disposição da Justiça. O auto de infração ambiental no valor de R$ 4 mil foi elaborado com base no artigo 25, parágrafo 3°, inciso III, da resolução SMA 48/2014.

 

Na esfera penal, o responsável pelas cabeças embalsamadas ainda responderá pelo crime previsto no artigo 29, parágrafo 1º, inciso III da lei federal 9.605/98.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta