Mulher pede R$ 1 mil para não divulgar imagens íntimas de homem armazenadas após chamada de vídeo
Compartilhe

Uma mulher pediu a um homem, de 29 anos, morador de Presidente Prudente, R$ 1 mil para não divulgar imagens íntimas dele, que foram feitas durante uma chamada de vídeo entre os dois.

A vítima informou à Polícia Civil que mantém relação virtual com a autora através do Facebook e Instagram, e durante uma ligação por vídeo, tiveram momentos de intimidades, o qual ambos ficaram nus.

No entanto, o homem não autorizou que as imagens fossem armazenadas pela mulher. Na sexta-feira (04/09), o homem teve conhecimento de que a mulher possuía as imagens, pois ela o ameaçou, alegando que se ele não pagasse R$ 1 mil à ela, as imagens seriam divulgadas.

A vítima, temendo tal prejuízo à sua imagem, registrou a ocorrência, pois deseja que a autora seja identificada e responsabilizada criminalmente. O caso foi registrado como extorsão da dignidade sexual na Delegacia Participativa da Polícia Civil.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta