Palmital tem segunda agência bancária fechada por contaminação do coronavírus
Compartilhe

A agência do Santander, no centro de Palmital, foi fechada temporariamente nesta quarta-feira (19/08) como medida preventiva à proliferação do coronavírus. Um funcionário testou positivo para a doença e obrigou o banco interromper a prestação de serviços presenciais na ala interna e o acesso aos caixas-eletrônicos no setor de autoatendimento. Na semana passada, caso similar ocorreu com o Bradesco.

A porta da área de autoatendimento estava fechada e avisos afixados no vidro informavam aos clientes que a agência está temporariamente fechada “como medida preventiva para garantir seu bem-estar, de nossos colaboradores e da sociedade”. O banco orientou para a utilização de aplicativo de celular ou site da instituição na internet. Serviços presenciais podem ser realizados em Assis e Cândido Mota.

A diretoria do Sindicato dos Bancários da Região de Assis confirmou que o fechamento foi realizado depois que um funcionário testou positivo para covid-19. Toda a equipe foi afastada e posta em quarentena. A entidade informou também que o Santander deverá seguir o protocolo estabelecido para o setor em casos de coronavírus, para evitar riscos de propagação da doença.

A entidade informou que não tinha informações sobre a previsão volta aos serviços. Informou apenas que, antes de reabrir, o banco deverá providenciar a higienização de todas as instalações, com o objetivo de eliminar qualquer possibilidade de contaminação, bem como substituir a equipe, com o deslocamento de profissionais de outras agências da região.

Confira mais detalhes e atualizações na versão impressa do JC

Compartilhe

Deixe uma resposta