Compartilhe

Veja atestado de óbito e documentos do laudo médico de Paulinha Abelha, vocalista do Calcinha Preta, morta no dia 23 de fevereiro 

Instagram Pessoal

O laudo médico da cantora Paulinha Abelha, que morreu no dia 23 de fevereiro aos 43 anos, aponta a possibilidade em que o excesso de medicametos para controle de peso possam ter ocasionado a fatalidade. O documento foi divulgado no Domingo Espetacular, da Record TV. O atestado de óbito da cantora traz como causas da morte hipertensão craniana, insuficiencia renal aguda, hepatite e meningoencefalite. 

Veja: 

Atestado de óbito aponta causas da morte

A meningoencefalite é uma inflamação no cérebro e nas membranas que o revestem. “Ela pode ter várias causas, geralmente relacionadas a patógenos e infecções virais, fúngicas, bacterianas ou parasitais”, diz Marcio Dias, hepatologista do Hospital Moriah. 

Nada disso, porém, foi encontrado nos exames iniciais da cantora do Hospital Unimed de Aracaju, onde ela ficou internada por sete dias, em Sergipe. Entretanto, uma amostra apresenta alterações no liquor, presente em cavidades do cérebro e da medula espinhal. 

“Quando alguns desses parâmetros estão alterados, a gente consegue inferir, sem ter o isolamento direto da bactéria, vírus ou patógeno, que aquela meninge pode estar inflamada com um processo infeccioso e, por essa rapidez, já existe a dificuldade de imediatamente isolar o agente causador”, explica Alvaro Furtado, infectologista. 

Fonte: Metrópoles 

Compartilhe

Deixe um comentário