PMs evitam suicídio de homem que deitou na estrada do Matadouro para ser atropelado
Compartilhe

Policiais militares impediram um suicídio na madrugada de sábado em Palmital. Os integrantes do 2º Pelotão foram acionados para ocorrência em que conseguiram convencer o homem de 41 anos, que havia consumido remédio e veneno antes de se deitar sobre o asfalto na estrada do Matadouro para ser atropelado, a abandonar a ideia de tirar a própria vida. Os PMs também conseguiram que a vítima aceitasse ajuda médica e fosse lavada ao Pronto-Socorro da Santa Casa.

 

De acordo com registros de ocorrência, os policiais foram acionados por volta das 4h30 a uma residência na rua Antônio Alonso, no conjunto habitacional Albino Rainho. No local, a esposa da vítima, que sofre com dependência química, informou que o marido ingeriu vários comprimidos de ansiolítico e um pouco de herbicida antes de sair de casa dizendo que iria tirar a própria vida, pois seria atropelado.

 

Os PMs saíram em diligência e seguiram pela extensão da rua Joaquim Amância Ferreira, popularmente conhecida como estrada do Matadouro, que dá acesso à rodovia Nelson Leopoldino. Nas proximidades da Acipal, os policiais encontraram o homem deitado sobre o asfalto. Em conversa, conseguiram convencer a vítima a desistir do suicídio e a levantar-se para sair do meio da rua.

 

Em seguida, o homem ficou relutante em receber ajuda médica, mas aceitou ser levado em ambulância municipal para atendimento na Santa Casa. Após o atendimento médico, ele permaneceu em observação por algumas horas com quadro clínico estável e depois foi liberado. Os dados da ocorrência também foram passados à Polícia Civil.

Compartilhe

Este post tem um comentário

  1. Anônimo

    Em primeiro lugar o meu irmão sofre de depressão em segundo lugar a minha cunhada não e dependente química e em terceiro lugar o meu irmão tem 27 anos e voces ai desse jornal fica falando as que voces não sebe !

Deixe uma resposta