Polícia Ambiental flagra agricultor caçando javali às margens do Rio Paranapanema
Compartilhe

Homem de 31 anos foi preso com espingarda na Água do Gasparito; ele foi levado à Delegacia de Palmital e pagou fiança para ser liberado

 

Um agricultor de 31 anos preso na manhã de sábado passado quando caçava javali em uma área rural às margens do rio Paranapanema, em Palmital. O caçador foi surpreendido na Água do Gasparito por uma equipe de Polícia Ambiental, que apreendeu uma espingarda calibre 38, além de uma fisga. O acusado, que reside em Itambaracá (PR), foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil, onde houve a apreensão dos artefatos e o registro da ocorrência.

De acordo com registros de ocorrência, os policiais faziam patrulhamento embarcado no lago da hidrelétrica de Canoas I e, por volta das 10 horas, avistaram às margens do rio um cachorro perdigueiro, que é utilizado em caçadas. Os PMs desembarcaram nas proximidades da divisa com Cândido Mota e conseguiram localizar o agricultor, que estava com uma espingarda CBC calibre 38, municiada com 9 cápsulas intactas, e uma fisga, com lança de 30 cm e cabo de bambu.

O agricultor foi levado à Delegacia da Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de calibre permitido. Ele confirmou que estava caçando, mas nenhum animal abatido foi localizado. Por isto, o delegado de plantão não o autuou por crime ambiental. Depois dos registros policiais, o caçador pagou fiança de R$ 1 mil e ganhou o benefício de responder ao processo em liberdade.

Compartilhe

Deixe uma resposta