Polícia Civil divulga retrato falado de estuprador que age na Raposo Tavares
Compartilhe

Um retrato falado pode dar pistas de um homem que cometeu dois estupros já relatados à Polícia Civil nos últimos dias, próximo aos quilômetros 13 e 14 da Raposo Tavares, na região Oeste da Grande São Paulo.

 

Ele atacou duas mulheres, uma empregada doméstica de 57 anos, que foi levada para um terreno e estuprada. Ela estava indo para um ponto de ônibus após um dia de trabalho, quando foi rendida pelo homem armado com uma faca e ainda levava na mochila um lençol e alguns objetos que usou para imobilizar a vítima.

 

O crime aconteceu no meio da tarde. No boletim de ocorrência, a mulher contou que foi imobilizada, vendada, algemada, estuprada e depois o homem fugiu. Segundo a polícia, o estuprador já atacou pelo menos duas mulheres.

 

Mas os agentes acreditam que um terceiro ataque, no mesmo local, foi registrado na delegacia da Vila Sonia. Com a divulgação do retrato falado, a polícia acredita que novas denúncias possam aparecer.

Fonte: Jornal Cotia Agora

Compartilhe

Deixe uma resposta