Polícia investiga ação de grupos que se reúnem para atacar suspeitos de crimes no RJ

Print de um dos vídeos que circula em redes sociais de pessoas que teriam se reunido em Botafogo, na Zona Sul do Rio — Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio investiga a atuação de grupos em bairros da Zona Sul carioca que estão se reunindo para atacar suspeitos de cometerem crimes na região. Na noite desta terça-feira, começaram a circular mensagens, em redes sociais, sobre a ação dessas pessoas. Isso acontece depois de o empresário Marcelo Rubim Benchimol ter sido agredido em Copacabana, na noite do último sábado, ao tentar ajudar uma mulher que estava sendo assaltada.

Em entrevista ao RJTV, o secretário de Segurança Pública, Victor Cesar Carvalho dos Santos, afirmou que o efetivo policial em Copacabana não será aumentado.

— Não temos essa previsão. A tecnologia é que vai funcionar para que a gente possa fazer o melhor uso do recurso humano que já existe — disse.

De acordo com ele, todos os grupos de pessoas que buscam suspeitos de crimes nas ruas estão sendo acompanhados por meio de redes sociais:

— Temos equipes monitorando esse pessoal. O que a gente quer deixar claro é o seguinte: a Secretaria de Segurança pública e as polícias não serão condescendentes. Pode ser que eles tenham se motivado pelo fato de ver um idoso ou qualquer outra pessoa ser vítima de violência e isso venha a motivá-los a fazer justiça com as próprias mãos. Isso é errado. Não se justifica um crime cometendo outro.

Ao comentar o aumento da criminalidade, Victor Santos afirmou que foram investidos mais de R$ 2 bilhões em segurança pública desde o início do governo.

— Eu entendo que o resultado às vezes não aparece de uma hora para a outra. Em segurança pública ninguém tem uma varinha de condão para resolver todos os problemas.

Diligências para identificar grupos

De acordo com a Polícia Civil, “diligências estão em andamento para identificar os envolvidos e esclarecer os fatos”. Já a Polícia Militar afirmou que equipes da corporação atuam nas ruas da Zona Sul e prenderão em flagrante qualquer envolvido em crimes e será realizada uma reunião com moradores, nesta quarta-feira, para desarticular “possíveis ações que fujam da legalidade”.

As mensagens que circulam nas redes afirmam que uma das ações dos grupos ocorreu em Botafogo. Dezenas de pessoas teriam se concentrado em frente a um shopping. Em vídeos compartilhados, é possível ver o grupo, com todos vestidos de preto, andando num canteiro divisor de pistas. Os integrantes tapam os rostos para não serem identificados.

Há relatos, ainda, de ações semelhantes em Copacabana. A PM informou que policiais do 19º BPM (Copacabana) viram, nesta terça-feira, um grupo seguindo para o bairro que, de acordo com dados de inteligência, atacaria suspeitos de cometerem crimes na região. Com a aproximação das equipes, as pessoas se dispersaram.

Empresário é agredido após assalto em Copacabana

Empresário é agredido após assalto em Copacabana

A Polícia Militar afirmou, ainda, que “vem aplicando esforços para reduzir os índices criminais, incluindo o furto a estabelecimentos comerciais e pessoas”. A corporação destacou que Copacabana recebe policiamento do batalhão da área, das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), do Bairro Presente e de agentes do programa Segurança Presente. De acordo com a corporação, a região também recebe apoio no policiamento da Operação Verão com unidades do Comando de Operações Especiais (COE) e do Comando de Policiamento Especializado (CPE).

A PM informou ainda que o comando do 19º BPM também trabalha com a Polícia Civil com o objetivo de identificar os envolvidos em tais ações. Somente no bairro de Copacabana, nos últimos dez dias, o batalhão encaminhou quase 150 pessoas para a delegacia da região e 58 foram conduzidas para abrigos municipais.

Quatro pessoas foram presas e seis menores, apreendidos. Onze facas foram encontradas com suspeitos.

Agressão em Copacabana

Benchimol havia saído de cada no início da noite do último sábado para ir à academia. Enquanto caminhava pela calçada na Avenida Nossa Senhora de Copacabana viu uma mulher sendo abordada por um grupo de criminosos e decidiu ajudá-la.

— Pensei: “Ou eu fujo ou eu ajudo ela”. Optei por ajudar. E aí começou a pancadaria, até me desvencilhei, mas depois, por último, veio um rapaz e me deu um soco por trás. Eu estava de óculos, e os óculos enterraram no meu olho, e desmaiei. Só fui acordar na UPA, graças a dois bons policiais que me ajudaram — contou ele.

A agressão contra Benchimol foi flagrada por câmeras. As imagens mostram a vítima sendo agredida com um soco e caindo desacordada. É possível ver quando a mulher é cercada na calçada por um grupo de suspeitos e o homem intervém. Além do soco, ele levou chute e empurrões.

Ação em 2015

Em setembro de 2015, uma equipe do GLOBO flagrou uma ação de um grupo que se reuniu na Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Pelo menos dez pessoas, que seriam moradores da região, cercaram um ônibus que estava voltando da praia e quebraram a socos os vidros do coletivo. O objetivo era agredir jovens que estavam no veículo. Na ocasião, houve tumulto e correria. Policiais foram acionados para o local, dispersam a confusão e evitaram um linchamento. A cena ocorreu num domingo após um sábado em que foram registrados arrastões em ruas da Zona Sul.

Moradores de Copacabana cercaram ônibus em Copacabana — Foto: Marcelo Carnaval/Agência O Globo/Arquivo
Moradores de Copacabana cercaram ônibus em Copacabana — Foto: Marcelo Carnaval/Agência O Globo/Arquivo

O ônibus cercado era da linha 474 (Jacaré-Jardim de Alah), que estava lotado. Algumas pessoas que estavam no coletivo saltaram por uma janela quebrada. Na época, a Polícia Civil abriu uma investigação sobre o grupo cercou o veículo, mas ninguém foi preso.

Fonte: Jornal Extra

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

destaques da edição impressa

colunistas

Cláudio Pissolito

QUAL O MELHOR PRESENTE PARA PALMITAL NO ANIVERSÁRIO DE 103 ANOS?

Esta votação foi encerrada (since 5 meses).

VOTE NA ENQUETE ABAIXO - ESCOLHA APENAS UMA OPÇÃO

Melhoria na Saúde
35.06%
Melhoria na Segurança
14.34%
Melhoria no Horto Florestal
13.15%
Melhoria do Povo
11.95%
Melhoria na Educação
8.76%
Melhoria nas Estradas Rurais
6.77%
Melhoria na Arborização
3.98%
Melhoria na habitação
3.98%
Melhoria na Assistência Social
1.99%

Foto do Leitor

Envie sua Imagem de fato positivo ou negativo

HORÁRIOS DE ÔNIBUS

Clique na Imagem e Acesse os Horários

TV JC

Temas

Don`t copy text!

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.