Compartilhe

A Polícia Civil em Bastos (SP) vai investigar as causas da morte de um bebê de 1 ano e 6 meses que estava internado no hospital da cidade.

De acordo com informações da avó da criança, Maria Madalena da Costa, Luiz Eduardo Pedro Costa era morador de Parapuã e estava internado no Hospital de Bastos desde terça-feira da semana passada (18/01) para o tratamento de estomatite.

O bebê morreu na manhã de sábado (22/01) após receber a aplicação de fentanil, um medicamento anestésico com um fortíssimo relaxante muscular usado na intubação de pacientes.

A produção da TV TEM entrou em contato com o diretor administrativo do hospital, Cleber Fatarelli, que confirmou o erro na medicação.

Segundo ele, uma auxiliar de enfermagem que trabalha no hospital há mais de 15 anos alegou ter se confundido com a seringa da aplicação do remédio, que seria para um idoso internado no quarto ao lado de Luiz.

Uma sindicância foi aberta pelo hospital, que é administrado por uma associação beneficente, para apurar os fatos e a auxiliar de enfermagem já foi afastada.

As seringas foram apresentadas à Polícia Civil, que deve começar a ouvir os depoimentos na segunda-feira (24/01).

Ainda segundo a família, o corpo de Luiz Eduardo foi encaminhado ao IML de Oswaldo Cruz, na região de Presidente Prudente, e será velado e sepultado na manhã de domingo (23/01), em Parapuã (SP).

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe um comentário