Compartilhe

A Prefeitura de Palmital, por meio do Boletim Epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (28/03), registrou a morte de um paciente que não estava vacinado e que havia testado positivo para o coronavírus. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas (HC) de Marília. A ocorrência foi classificada como “suspeita”, pois a Vigilância Epidemiológica aguarda a documentação do hospital para concluir a investigação do óbito.

Segundo a Secretaria de Saúde da Prefeitura, a vítima é um homem de 59 anos com comorbidades. O paciente, que segundo o órgão municipal não havia recebido nenhuma dose da vacina contra a Covid, apresentou sintomas na segunda-feira da semana passada (21/03) e teve teste de antígeno positivo na quinta-feira (24/03), quando foi internado na Santa Casa de Misericórdia de Palmital.

Devido às complicações pulmonares decorrentes da infecção pelo coronavírus, o paciente utilizou suporte respiratório de oxigênio com meio não invasivo (sem intubação). O quadro de saúde do homem se agravou e ele foi transferido na sexta-feira passada (25/03) para o HC de Marília, onde foi encaminhado para a UTI.

A situação evoluiu para síndrome respiratória aguda grave e o paciente evoluiu a óbito nesta segunda-feira (28/03). Seguindo os protocolos para casos de Covid, o sepultamento ocorreu sem a realização de velório. O caso, que ainda está sob investigação, foi registrado depois de mais de um mês da última morte confirmada pela doença, que já fez 85 vítimas fatais confirmadas desde o início da pandemia.

O último óbito, de acordo com a Secretaria de Saúde, ocorreu em 26 de fevereiro. A morte, confirmada em meados deste mês, foi de um paciente idoso de 85 anos. Ele estava assintomático e procurou o Pronto-Socorro da Santa Casa por outro problema de saúde e testou positivo para a Covid. O doente foi internado e levado para a UTI de hospital em Osvaldo Cruz, onde não resistiu às complicações respiratórias.

Compartilhe

Deixe um comentário