Prefeitura realiza novo Mutirão da Limpeza
Compartilhe

O centro e a área do São José foram atendidos esta semana; campanha incentiva a limpeza de quintais para combate ao mosquito da dengue

 

A Prefeitura de Palmital está realizando mais uma edição do Mutirão da Limpeza. O trabalho é desenvolvido pelas secretarias de Saúde e de Obras para a coleta de entulho, restos de vegetação e recipientes que possam acumular água e servir como criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. A campanha de limpeza de quintais e terrenos também previne outros animais que causam riscos à saúde da população, como escorpiões e o caramujo africano.

A coleta foi iniciada na segunda-feira, quando equipes da Secretaria de Obras passaram a percorrer a região central da cidade para retirar o entulho. A campanha, sob supervisão da Vigilância Epidemiológica (VE), se estendeu até ontem nas localidades do Setor 1, cuja abrangência inclui o Jardim Holmo, Jardim das Flores, Vila Volga, Afonso Negrão e nas regiões do Paquetá e São José, além dos conjuntos habitacionais da CDHU.

A população é incentivada a fazer a limpeza de quintais e terrenos, colocando os materiais inservíveis na rua. Desde o último final de semana, houve a liberação para que os proprietários de imóveis do Setor 1 fizessem a deposição do entulho na rua, pois a prática é proibida fora do período do mutirão e acarreta multa aos infratores.

A administração municipal também pede para que a população deixe o material separado, como galhos de árvores, entulho e recipientes de materiais recicláveis. O objetivo é facilitar a coleta, pois os restos de vegetação e entulho de construção são dispensados em áreas específicas no Aterro Sanitário, diferente do lixo comum destinado a uma unidade de Quatá.

Desde ontem, os moradores do Setor 2, na área do bairro Paraná, foram liberados para fazer a retirada do entulho. A campanha, que vai até a próxima semana, também atenderá Vila Mazeto, Vila Albino, Golden Park, Jardim Montreal, Morada do Sol, Residencial Orlando Leone, Parque dos Antúrios e bairros adjacentes. Segundo a Vigilância Epidemiológica, Palmital tem índice de infestação do mosquito em 0,89, que está dentro do tolerável. Porém, o objetivo é deixar a cidade sem focos do mosquito transmissor.

Compartilhe

Deixe uma resposta