Preso grava e ‘narra’ fuga de centenas de detentos em Mongaguá – Vídeo
Compartilhe

A fuga de 577 detentos do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Dr. Rubens Aleixo Sendin, localizado em Mongaguá, no litoral de São Paulo, foi filmada por um preso do lado de dentro do presídio. Em um vídeo obtido pelo G1 nesta terça-feira (17) é possível ver parte dos detentos pulando os muros da penitenciária. Segundo a Secretaria de Administração Prisional do Estado de São Paulo (SAP), até a manhã desta terça-feira, 184 foram recapturados.

CONFIRA VÍDEO CLICANDO AQUI

Segundo apurado pelo G1, o caso aconteceu no fim da tarde segunda-feira (16). Ainda não se sabe como os presos conseguiram escapar, mas eles teriam se rebelado após a suspensão da saída temporária como forma de medida preventiva para conter o avanço do coronavírus.

Além de Mongaguá, no Estado de São Paulo, outros quatro presídios também registraram fugas após a nova ordem sendo os Centros de Progressão Penitenciária de Tremembé e Porto Feliz, além da ala de semiaberto da Penitenciária I de Mirandópolis. Dos 834 presos que fugiram, 429 foram recapturados até a manhã desta terça-feira.

A fuga em massa em Mongaguá foi filmada por um detento a partir de um pátio interno do CPP (veja no vídeo acima). Nas imagens, é possível ouvir o preso dizer: “Olha só o tanto de gente indo embora, mãe”. A Secretaria da Administração Penitenciária também informou que a situação no CPP foi controlada pelo Grupo de Intervenção Rápida.

O CPP de Mongaguá fica no Balneário Arara Vermelha e tem capacidade para receber 1.640 presos. A penitenciária funciona no regime semiaberto e presos podem trabalhar durante o dia e voltar à unidade prisional para dormir na cela durante a noite.

Mongaguá

A Prefeitura de Mongaguá divulgou que, devido à fuga dos presos do CPP, adotou a decisão de cancelar as aulas das creches e escolas municipais a partir desta terça-feira. Segundo a administração municipal, a medida visa garantir a segurança da população, assim como a dos servidores municipais.

A prefeitura explica, também, que fará uma atualização sobre o funcionamento das unidades de ensino do município para o restante da semana ainda nesta terça-feira.

Ainda segundo a administração municipal, está em curso uma ação conjunta entre as forças de segurança, como a Polícia Militar, Polícia Militar Rodoviária, ROMU de Mongaguá e Guarda Civil Municipal, a fim de recapturar os detentos.

A Prefeitura alerta que a população evite sair de casa até que a situação se normalize. Se ver qualquer suspeito, ligue 190 ou 153.

 

 

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta