Compartilhe

O pai e a madrasta de uma menina de 11 anos foram presos na terça-feira (26/04) em Santa Terezinha (a 1.329 km de Cuiabá), pelos crimes de tortura e omissão por estupro. Um jovem de 19 anos, suspeito de estuprar a criança, também foi preso em fragrante. 

Foto: Reprodução

Segundo o delegado de Santa Terezinha, Diogo Jobane Neto, a criança teria sido agredida pelo pai por ter dormido fora de casa, que fica em um assentamento na zona rural do município. As agressões foram gravadas e vão servir como elementos de prova para o inquérito instaurado, disse ele. 

A polícia recebeu informações sobre o caso por meio de denúncia. Ao chegar à casa, encontrou a menor dormindo do lado de fora com mais duas crianças porque a madrasta não queria que os menores ficassem na residência principal para “não bagunçar” o local. 

Prisão de jovem 

A polícia localizou o jovem suspeito de ter estuprado a menor. Ele confessou o crime, afirmou que mantinha um “relacionamento” com a vítima e que ela era constantemente agredida e maltratada pelo pai. 

Todos foram conduzidos para a Delegacia de Santa Terezinha. 

O pai foi atuado por tortura, a madrasta por estupro de vulnerável pela omissão imprópria, pois tinha conhecimento da “relação” da criança com o adulto, e o jovem por estupro de vulnerável. 

O Conselho Tutelar foi comunicado e fez o acolhimento da menina. 

O delegado pediu a conversão do flagrante em prisão preventiva dos três adultos, que serão apresentados em audiência de custódia da Justiça. 

Fonte: UNICANEWS 

Compartilhe