Rapaz muda versão e admite que dirigia carro que capotou e matou amiga de 20 anos
Compartilhe

O estudante Luiz Henrique Neves dos Santos admitiu, em depoimento à polícia na manhã de segunda-feira (27/07), que era ele quem dirigia o carro que bateu em um poste e capotou, matando a jovem Yara Brendariol Graciano, de 20 anos. O acidente foi na madrugada de sábado (25/07), em Itatiba (SP).

 

Segundo o delegado José Mário, Luiz Henrique prestou depoimento no fim da manhã e mudou a versão que tinha contado anteriormente. Quando o acidente foi registrado, o rapaz disse à Polícia Militar que tinha emprestado o carro para a amiga.

 

Em entrevista ao G1, ele chegou a falar que achava que a jovem tinha se atrapalhado com os pedais do carro automático e que tinha pedido desculpas à família da vítima por ter deixado ela dirigir, mesmo sem habilitação.

 

Com a confissão de que estava na direção do veículo, o jovem, que antes ia responder por homicídio culposo, por entregar o carro para uma pessoa não habilitada, vai agora responder por outros três crimes. “A situação reverteu. Ele vai ser indiciado por homicídio culposo, lesão corporal e embriaguez ao volante.

 

Segundo o delegado, os outros jovens que estavam no carro foram ouvidos e também disseram que Luiz Henrique guiava o carro, que pertence ao pai dele.

 

O ACIDENTE

O acidente foi registrado na madrugada de sábado (25). O carro com cinco jovens seguia pela rua José Luiz Leone quando bateu em um poste e capotou.

 

Dentro do carro, segundo o registro, estavam o motorista Luiz Henrique, de 20 anos, a estudante Yara Brendariol, também de 20 anos, além de outros três jovens, entre 19 e 21 anos.

 

Todos foram socorridos com ferimentos leves, mas Yara ficou gravemente ferida e não resistiu. A estudante foi enterrada na manhã de domingo (26).

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta