Santa Casa de Palmital suspende visitas a pacientes e procedimentos eletivos
Novos protocolos e procedimentos foram adotados para prevenção ao coronavírus no hospital
Compartilhe

A Santa Casa de Misericórdia de Palmital estabeleceu diversas medidas para garantir o atendimento à população no período de risco ao coronavírus. As ações têm o objetivo de garantir o fluxo operacional que pode ser ocasionado pela pandemia, bem como viabilizar a plena assistência a casos de emergência, como pessoas com problemas cardiovasculares, derrames e acidentadas. A ainda a preocupação com pacientes com dengue e H1N1, que causam riscos no município.

 

Desde a semana passada, a entidade impôs restrições à visitação de pacientes internados no hospital, que começaram com a determinação de apenas dois horários diários e a entrada de apenas um visitante por período. A partir desta quinta-feira, seguindo recomendação da Anvisa e do Ministério da Saúde, está suspensa a visitação. Alguns pacientes poderão ter acompanhante e as trocas serão permitidas às 8 e às 20 horas.

 

A entidade informou que a restrição à circulação tem o objetivo de reduzir os riscos de propagação do coronavírus, bem como economizar recursos e insumos, pois a grande maioria dos visitantes tem de utilizar máscaras e o hospital está com os estoques limitados do produto, enfrentando também dificuldade da aquisição do material para reposição. O hospital proibiu também a entrada, salvo para casos de atendimento médico, de crianças, de idosos com mais de 65 anos, de gestantes e de pessoas com sintomas gripais.

 

Outra medida importante, que foi estabelecida pelo Comitê de Enfrentamento ao Covid-19 criado na entidade, é a suspensão de todos os procedimentos eletivos (não urgentes), incluindo cirurgias e consultas, que serão reagendados futuramente. A entidade, que adotou novos protocolos de trabalho no Pronto-Socorro e recomendou ainda que os visitantes usem roupas que cubram todo o corpo e sapatos fechados.

Compartilhe

Deixe uma resposta