Secretaria de Saúde atualiza dados e confirma 1.112 casos de dengue em Palmital
Compartilhe

Palmital continua em uma situação de epidemia de dengue e ultrapassou na semana passada os mil casos confirmados da doença, somando mais de 2,2 mil notificações desde o início de 2020. Para conter o avanço da enfermidade, a Prefeitura vem desenvolvendo diversas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, incluindo erradicação a criadouros e nebulização com inseticida. Também há campanhas de orientação para que moradores mantenham limpos terrenos e quintais.

 

A Vigilância Epidemiológica Municipal, que apresentou balanço na tarde desta segunda-feira (30/03), informou que fez uma recontagem das notificações e retificou para 2.226 notificações feitas para a doença o dia 1º de janeiro – anteriormente havia divulgado equivocadamente que 2.266 pessoas haviam sido atendidas em unidades de saúde com sintomas da doença. No total, foram confirmados 1.112 casos de dengue por exames laboratoriais.

 

A Prefeitura informou também que há 567 casos cujos exames deram negativo e há 21 resultados indeterminados, cujos pacientes terão de fazer nova coleta de sangue. Ainda há 536 ocorrências em investigação na qual os pacientes ainda aguardam a coleta de sangue para exame ou esperam os laudos de sorologia do Instituto Adolf Lutz de Marília.

 

Palmital tem uma epidemia da doença que está obrigando a Prefeitura a manter intenso trabalho para combate ao mosquito transmissor com bloqueio a criadouros e nebulização com inseticida. A mobilização também incluiu ações emergenciais, como a montagem de uma sala de hidratação e cuidado no Centro de Diagnóstico da Santa Casa e uma campanha de conscientização para a população manter limpos imóveis e terrenos.

 

Compartilhe

Deixe uma resposta