TRAGÉDIA NA PONTE PENSIL
Ponte pênsil, entre Ribeirão Claro (PR) e Chavantes (SP), local emque ocorreram os quatro afogamentos (Crédito- Youtube)
Compartilhe

Buscas por três desaparecidos, um adulto e duas crianças, são retomadas neste domingo

Um passeio em família se se transformou em tragédia para dois adultos e duas crianças que desaparecidas no Rio Paranapanema, nas proximidades da Ponte Pênsil Alves de Lima, que faz divisa de Estado entre São Paulo e Paraná, nos municípios de Chavantes e Ribeirão Claro, na tarde de sexta-feira (27).

Segundo as informações apuradas até o momento, um casal de Chavantes levou dois sobrinhos, de cinco e nove anos para passear no rio. Entretanto, o mais novo teria entrado na água – ainda não se sabe se caiu ou a real circunstância que desencadeou a tragédia. 

Ao ver a criança se afogando, o irmão mais velho saltou na água para salvá-lo e também se afogou. Segundo relatos, o tio entrou em desespero e também entrou nas água no Paranapanema para salvar os dois sobrinhos, mas logo também desapareceu. Em seguida a tia foi mais uma a se arriscar no rio para tentar o socorro, assim como outros dois homens que passavam pelo local na hora do acidente.

Um deles conseguiu salvar a tia, que também se afogava. O segundo, porém, foi mais um a se afogar e desaparecer. O Corpo de Bombeiros iniciou a operação de resgate pouco tempo depois, mas apenas o corpo do tio dos meninos foi encontrado.

Familiares das vítimas fazem apelos em redes sociais para que os pescadores ajudem nas buscas feitas por mergulhadores e botes do Corpo de Bombeiros de Ourinhos.

Na noite de sexta-feira, quando uma forte tempestade caiu na região, os mergulhadores suspenderam os trabalhos, que teve continuidade com os botes que trabalham às margens do rio. Sem resultados, familiares vivem horas de angústia, a espera de um milagre ou de ao menos encontrar os corpos da prováveis vítimas.

O JC acompanha o caso e vai atualizar as informações sempre que houver manifestações de familiares e das autoridades.

Com informações da Tribuna do Vale

Compartilhe