• Post category:Destaques
Compartilhe

 

A Justiça Eleitoral da Comarca concluiu a preparação das urnas eletrônicas que serão usadas no segundo turno das eleições gerais de 2018 no próximo final de semana (28 de outubro), quando serão escolhidos o governador de governador de São Paulo e o presidente da República. Os trabalhos foram realizados pela equipe do Cartório Eleitoral que fizeram o carregamento de 80 urnas que serão instaladas em escolas públicas para a recepção dos votos dos 28.809 eleitores inscritos em Palmital, Ibirarema, Campos Novos Paulista e Platina.

O processo de preparação foi iniciado com a geração das mídias, a partir do sistema informatizado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com instruções específicas para o segundo turno eleitoral. Em seguida, no Salão do Júri, os pendrives foram inseridos nas urnas que já estão carregadas com informações dos eleitores e dos candidatos desde a primeira etapa do pleito, ativando a programação em que os eleitores deverão escolher entre uma das duas opções para o governo de São Paulo (João Dória ou Márcio França) e duas para a presidência da República (Jair Bolsonaro ou Fernando Haddad).

O trabalho feito na quinta-feira incluiu a preparação das urnas de Platina (8), Campos Novos Paulista (10) e Ibirarema (14). Ontem, foram preparados os 47 equipamentos destinados a Palmital e também foi feito o carregamento de 13 urnas de contingência, que poderão ser utilizadas em caso de defeito em urna titular. Depois da inserção dos pendrives e a lacração dos compartimentos dos dispositivos, a equipe do Cartório Eleitoral realizou testes e fez verificação de todos os sistemas das urnas. Segundo o Cartório, as urnas já estão prontas para funcionar a partir das 8 horas do dia 28, quando começa a recepção dos votos.

Carlos Alberto Guedes, chefe do Cartório Eleitoral, disse que os pendrives que receberam os dados no primeiro turno ficaram guardados e permanecerão com as informações pelo menos até janeiro de 2019. O técnico do TSE informou também que a Justiça Eleitoral da Comarca fará auditoria das urnas a partir das 16 horas de segunda-feira, no Salão do Júri, com a presença da juíza eleitoral Mônica Tucunduva Spera Manfio. “A sessão de auditoria é aberta a toda a população e quem quiser conhecer mais sobre o sistema pode comparecer para acompanhar os testes de votação que serão realizados para comprovar que os dispositivos são seguros e garantem a manifestação democrática do voto inviolável no país”, afirmou.

Compartilhe

Deixe uma resposta