CAR. Foi aprovado, por unanimidade, o relatório do senador Irajá (PSD-TO), membro da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), sobre a Medida Provisória, que torna o Cadastro Ambiental Rural (CAR) um sistema permanentemente aberto a atualizações e novas inscrições, para possibilitar a inclusão de dados de propriedades rurais a qualquer tempo. 
PAGAMENTO. O plenário da Câmara dos Deputados aprovou com ampla maioria, o projeto de lei, que cria a Política Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). A prática já é adotada em estados como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina, e acontece como forma de compensação por boas práticas agrícolas. O projeto segue agora para o Senado, e caso seja aprovado, irá para sanção presidencial.
NÃO PREJUDICADO. O relator geral do Orçamento, deputado Domingos Neto (PSD-CE), participou, da reunião semanal da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Na ocasião, ele apresentou a agenda de trabalho da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, formada por deputados e senadores. Ele afirmou que irá tratar com sensibilidade a questão dos recursos destinados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e ao setor agropecuário. 


CONSENSO. Em agenda conjunta da Frete Parlamentar da Agropecuária (FPA) com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, líderes partidários e a Confederação da Agricultura Pecuária do Brasil (CNA), assuntos como licenciamento ambiental, pesticidas e a proposta prorroga por 10 anos o prazo do registro de ratificação de imóveis em áreas de faixa de fronteira, ganharam destaque na manhã de terça-feira (3).
OBSERVATÓRIO. O presidente Jair Bolsonaro e a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) inauguraram quinta-feira (5), na sede do Ministério, o Observatório da Agropecuária Brasileira, ferramenta que dará a gestores amplo acesso a informações estratégicas para a tomada de decisões e elaboração de políticas públicas para o setor agropecuário.

INFLUÊNCIA. Pesquisa da Embrapa Pecuária Sudeste (SP) sobre o perfil do consumidor brasileiro mostra que mulheres com mais de 50 anos, renda elevada e grau de escolaridade superior são as que mais se preocupam com práticas sustentáveis relacionadas à criação de animais na hora de comprar carne. Trata-se de um nicho de mercado que valoriza a qualidade do produto em detrimento do preço e dá alta atenção às informações contidas nos rótulos. 

EMBALAGENS. Os fornecedores de frutas e hortaliças de todo o mundo estão analisando detalhadamente as suas embalagens, não somente em termos de custos e materiais, mas também em relação às questões ambientais. De acordo com notícia do The Packer, ao que tudo indica, o caminho é quase único: todos querem reduzir o plástico e aumentar a capacidade de reciclagem.

EMPREGOS.
 O número de pessoas ocupadas (PO) no agronegócio brasileiro somou 18,37 milhões no segundo trimestre deste ano, 1,64% a mais que no trimestre anterior, de acordo com pesquisas realizadas pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, em parceria com a Fealq (Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz).

ÉPOCA. Dando continuidade à série sobre alimentos da época, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo juntamente com a Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), começou o mês de setembro falando um pouco sobre os legumes. Abobrinha: possui em sua composição muita água e grande quantidade de fibra, vitaminas do complexo B e magnésio. Berinjela: é hipocalórica, contendo apenas 20kcal em 100g do alimento. Brócolis: Rico em vitamina C, cálcio, vitamina A, ácido fólico, potássio e fibras. Couve-Flor: é uma hortaliça tenra e delicada conquista o paladar de muitos.

Leia também no JC Online

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia