Compartilhe

Agressor é companheiro da mulher, que é genitora da menina que pediu ajuda. Crime foi registrado na madrugada desta segunda-feira (04/04), em Presidente Prudente (SP). 

Homem é preso por violência doméstica após agredir a companheira, em Presidente Prudente (SP) — Foto: g1 

Um homem de 37 anos foi preso na madrugada de segunda-feira (04/04) por violência doméstica no Parque dos Bandeirantes, em Presidente Prudente (SP). 

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a polícia foi acionada e informada de que uma mulher, de 38 anos, havia sido agredida em sua residência. No local, a vítima e o suspeito estavam no portão e a mulher se queixava de ter sido agredida pelo companheiro com socos. Como apresentava lesões e sangramento, o Copo de Bombeiros foi chamado e ela foi levada a uma unidade médica. 

Questionado, o homem admitiu as agressões contra a mulher. 

“Ficando ignorante”

A mulher contou à polícia que estava com o companheiro em um churrasco na casa de um casal de amigos, onde o homem havia ingerido bebidas alcoólicas e como estava “ficando ignorante”, ela pediu que ele dormisse na casa da avó dele, para que não voltasse para a casa dela. A vítima saiu do local e foi embora sozinha. 

Depois de um tempo, conforme o boletim, o suspeito foi até a residência da vítima e chutou a porta, danificando o vidro, e entrou no imóvel. Em seguida, ele jantou sozinho. A vítima relatou que como percebeu que ele estava embriagado, pediu para que ele dormisse no sofá. Ela acredita que esse tenha sido o motivo das agressões, pois foi quando “ele ficou transtornado” e começou a bater nela com murros no rosto e na cabeça. Depois, jogou a vítima na cama e continuou com os socos, mesmo vendo que ela estava sangrando. 

A mulher, segundo a ocorrência, contou que começou a correr do homem para fugir das agressões, momento em que ele a ameaçou dizendo “vou pegar uma faca para te matar”. Nesse momento, a filha da vítima, uma adolescente de 15 anos, chegou na casa. Quando o homem viu a menina, parou de bater na mulher. 

O homem se recusou a sair da residência, motivo pelo qual a filha da vítima acionou a polícia. 

A mulher foi levada ao Pronto Atendimento do Jardim Guanabara, onde teve o rosto suturado por conta das lesões causadas pelas agressões. 

O homem foi preso por violência doméstica e permaneceu à disposição da Justiça. 

Fonte: G1 

Compartilhe

Deixe um comentário